Grupo Santa Cruz deve eliminar passagens de papel até o fim do ano


Da Redação

Passageiros da Viação Santa Cruz que costumam embarcar fora das estações rodoviárias têm observado uma mudança de padrão no fornecimento das passagens. Aos poucos, o conhecido bilhete de papel picotado vai dando lugar a outro, mais moderno, emitido eletronicamente. Conforme revelou o gerente de Tecnologia da Informação do Grupo Santa Cruz, João Paulo Assi, os primeiros testes foram realizados durante quatro meses no ano passado, com bons resultados.

Grupo opera em cerca de 100 cidades, em São Paulo e Minas (Foto: Divulgação)

O fato de, principalmente nas linhas que saem de Itapira em direção a Mogi Mirim, Campinas, São Paulo e ABC Paulista, ainda existir o “picote”do bilhete tem a ver, segundo ele, com as etapas do processo de implantação. Assi garante que, até dezembro, as passagens de papel deverão estar aposentadas.

Questionado a respeito da necessidade de um “plano B” no caso do mau funcionamento dos equipamentos eletrônicos, afirmou que a empresa está subordinada a regras impostas também pelos organismos fiscais. “A regulamentação fiscal não contempla contingência em papel, estamos estudando uma alternativa com a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo. Até dezembro o modelo em papel ainda será aceito, pois estamos em fase de transição”, explicou.

O colaborador da empresa diz que os resultados até agora foram plenamente satisfatórios e que outra etapa ainda será implantada. O próximo passo, segundo ele, será a utilização de cartões para o pagamento. “Além de automatizar o processo, [o novo equipamento] facilitou o trabalho do motorista, que não precisa mais fazer a digitação dos bilhetes manuais. O equipamento já veio preparado para no futuro passar cartão”, anteviu. O grupo Santa Cruz opera em cerca de 100 cidades nos estados de São Paulo e Minas Gerais, com mais de 400 viagens realizadas por dia.

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top