Município ganha Castramóvel

Mogi Mirim já tem seu primeiro Castramóvel. O trailer, adaptado para realizar castrações de cães e gatos do município, foi apresentado durante evento na Vigilância em Saúde (VS), no último dia 18. A unidade volante conta com equipamentos cirúrgicos direcionados a todos os procedimentos, incluindo atendimentos pré e pós-operatório. Segundo os técnicos, a estrutura disponibilizada é avançada e conta até com anestesia inalatória e equipamentos automatizados.

Unidade volante conta com estrutura avançada para atender cães e gatos (Foto: Divulgação)

O investimento foi de R$ 115 mil, valor obtido através de emenda parlamentar do deputado federal Ricardo Izar (PP), intermediada pela vereadora e investigadora da Polícia Civil, Sônia Regina Rodrigues, a Sônia Módena (PP). O Castramóvel ainda deve passar pelas fases de emplacamento, registro patrimonial e vistoria. A previsão é que os serviços sejam realizados logo após a inspeção do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV). Com a facilidade de chegar aos locais mais remotos, o trailer beneficiará, por exemplo, os animais de rua, de protetores independentes e das famílias mogimirianas.

"Desde 2017, venho lutando por essa conquista que traz vários benefícios. Inclusive, trata-se de uma questão de saúde pública e será um serviço oferecido gratuitamente à população", afirmou a vereadora, em nota enviada à imprensa. Sônia também sugere atividades de conscientização, relativas à guarda responsável e ao bem-estar animal, e que todos os animais atendidos na unidade saiam castrados, vacinados e microchipados. Para iniciar os atendimentos, a parlamentar informou que já conseguiu, também junto ao deputado, uma emenda no valor de R$ 50 mil reais.

Segundo o veterinário Rogério Garros, a castração reduz fugas, superpopulação, agressividade, risco de câncer, aumenta a longevidade e reduz a demarcação de território. “Uma conquista importantíssima, que visa principalmente o controle populacional de animais, além de prevenção de doenças e redução do abandono”, concluiu a vereadora.

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top