!


Corpo é localizado no Rio Mogi Guaçu

O corpo de um homem, aparentando ter menos de 30 anos, foi localizado às margens do Rio Mogi Guaçu, na região da fazenda Mata da Chuva, em Mogi Mirim, no início da tarde de quinta-feira, 27.

O homem, sem camisa e vestindo apenas uma bermuda escura, estava enroscado em alguns galhos na beira do rio que margeia a fazenda Rio Guaçu. Um funcionário dessa mesma propriedade rural, Waldir Pereira, foi quem localizou o cadáver. Ele estava conduzindo um rebanho de gado pelo local quando avistou o corpo boiando.

Imediatamente, comunicou o fato ao Corpo de Bombeiros que enviou duas unidades de resgate às margens do rio. Com estradas de difícil acesso, passando em meio a bosques de eucalipto e em virtude das chuvas das últimas horas, chegar ao local onde o corpo se encontrava não foi tarefa fácil.
Mesmo assim, o comandante Di Martini preferiu não retirar o cadáver da água.

Ele optou por aguardar até a chegada dos peritos da Polícia Científica de Mogi Guaçu, para a realização dos primeiros exames. Até o momento, também, não há uma identificação do corpo e nem queixa de desaparecimento registrado na Delegacia Central de Mogi Mirim.

Um fato que chamou a atenção dos bombeiros era a presença de um capacete de moto, preto, que estava boiando ao lado do corpo. Homens do Grupo de Operações com Cães (GOC) da Guarda Civil Municipal (GCM) também auxiliaram nesse resgate. O corpo deve seguir para o Instituto Médico Legal (IML) de Mogi Guaçu para tentar ser identificado.


Nenhum comentário:

Deixe um comentário

Scroll to top