Não há registro de criança internada por Covid-19, diz Prefeitura

Em nota divulgada na tarde desta sexta-feira, 20, a Prefeitura de Mogi Mirim informou que não há nenhum registro de que uma criança tenha sido internada em decorrência de uma infecção pelo novo coronavírus na cidade. No decorrer da semana houve a divulgação de que uma criança, moradora no Parque Real, teria sido diagnosticada com o Covid-19.

Diante disso, a Vigilância em Saúde entrou em contato com a família, ainda na quinta-feira, 19, quando foi divulgada a informação de que a criança estava internada no Hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo. A fim de obter dados mais precisos, a Vigilância então buscou informações do hospital.

Como resposta, as três unidades da rede Beneficência Portuguesa disseram desconhecer a informação e confirmaram que nenhuma criança de Mogi Mirim deu entrada no hospital. “Uma unidade é destinada ao tratamento cardiológico, lá não atende criança. A outra é UTI neonatal e também não consta dados sobre a criança. E a outra é UTI pediátrica e não tem nenhum quarto de isolamento no nome dessa criança”, explicou a coordenadora da Vigilância em Saúde, Joalice Penna Franco.

Mesmo assim, um e-mail também foi encaminhado para o hospital com o objetivo de ter um documento que comprove a não internação da criança em São Paulo. A resposta do hospital foi novamente que não há nenhum caso com o nome dessa criança.

Por ser questão de saúde pública, a investigação prossegue, inclusive com o apoio da Diretoria Regional de Saúde (DRS) de São João da Boa Vista, que é um órgão do governo do Estado. A Vigilância em Saúde monitora todos os casos suspeitos de contágio com o novo coronavírus, abrangendo hospitais e unidades de saúde.


Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top