Prefeita de Estiva pede que visitantes evitem a cidade, mas nega proibição

Em pronunciamento no fim da tarde de sexta-feira, 20, ao assinar o ato oficial que decreta emergência em Estiva Gerbi, a prefeita Claudia Botelho (MDB) recomendou que visitantes evitem o município, em razão do surto do novo coronavírus que atinge o país e, principalmente, o estado de São Paulo.

"A Guarda Municipal estará na entrada na cidade. Pedimos a quem são de fora: não venham a Estiva Gerbi. Não venham visitar seus parentes, fiquem em suas cidades, nas suas casas, não vamos propagar esse vírus", frisou a prefeita. "A pessoa que veio aqui só para passear vai ter que fazer o retorno e voltar para sua cidade", completou.

No sábado, 21, em nota oficial, Claudia Botelho explicou que não houve a proibição da livre circulação de pessoas em Estiva Gerbi. "Por conta do período de quarentena, para evitar a propagação do coronavírus, a Guarda Municipal tem orientado aos visitantes que diversos estabelecimentos comerciais estão fechados por tempo indeterminado, conforme o decreto", ressaltou. Pesqueiros, locais de lazer e bares estão entre os espaços fechados.


"O momento é de ficarmos em casa, cuidando de nossa saúde, das pessoas de nossa família e, consequentemente, de nossa comunidade. Estamos em um período difícil e com muitas incertezas. Por isso, devemos estar unidos e é fundamental que todos trabalhem juntos e sigam as orientações passadas pelos governos federal, estadual e municipal", orientou a prefeita. Estiva Gerbi não possui até o momento nenhum caso de Covid-19.
Prefeita de Estiva Gerbi, Claudia Botelho, decretou situação de emergência no município (Foto: Divulgação)

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Scroll to top