!


Médico de Itapira com Covid-19 era plantonista da Santa Casa de Mogi Mirim

O médico ortopedista de 34 anos diagnosticado com o novo coronavírus na cidade de Itapira trabalhou como plantonista na Santa Casa de Mogi Mirim. A Secretaria de Saúde mogimiriana confirmou a informação em coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira, dia 1º.

De acordo com as autoridades em saúde, o médico ortopedista teve o diagnóstico confirmado ontem, 31, após a coleta do exame na última sexta-feira, 27. Por ser residente em Itapira, o caso dele não foi registrado em Mogi Mirim, que permanece sem registro de Covid-19 até o momento.

A partir do início dos sintomas até terça-feira, quando saiu a confirmação do resultado, o médico chegou a realizar um plantão no hospital. Após ter ciência do caso, a Santa Casa afirmou que adotou todas as medidas preventivas estabelecidas pelo Ministério da Saúde com relação aos profissionais e pacientes que possam ter tido contato com o médico, no sentido de evitar a disseminação do vírus.

O profissional de saúde foi afastado de suas funções e está em quarentena domiciliar. Tanto os profissionais da Vigilância em Saúde quanto os da Santa Casa estão entrando em contato telefônico com pacientes que foram atendidos pelo profissional.

Os pacientes também farão o isolamento domiciliar e terão o quadro clínico acompanhado. Os profissionais da saúde que atuaram com o médico vem sendo avaliados individualmente e orientados com relação à quarentena.

Com a presença do secretário de Saúde, Ederaldo Moreno, do infectologista do hospital e da rede pública municipal, João Paulo Grecco, e da coordenadora da Vigilância em Saúde, Joalice Penna Rocha Franco, o Poder Público reafirmou as medidas preventivas adotadas desde o conhecimento dos fatos, no intuito de preservar o médico e os profissionais da Santa Casa.

CASOS
Boletim divulgado pela Prefeitura nesta quarta-feira, 1º, aponta que a Vigilância em Saúde notificou até o momento 46 casos, dos quais 9 foram descartados e 37 aguardam resultado.

Na terça-feira, mais cinco supostos casos de contágio por coronavírus foram notificados. Um menino de 6 anos está internado no Hospital 22 de Outubro, enquanto quatro profissionais de saúde (um homem e três mulheres de 58, 52, 45 e 41 anos) estão em isolamento domiciliar.

Após apresentar os sintomas, o médico chegou a trabalhar na Santa Casa (Foto: Arquivo/A COMARCA)

Nenhum comentário:

Deixe um comentário

Scroll to top