Com 60 casos, Mogi Guaçu tem 4ª morte por Covid-19

Mogi Guaçu confirmou nesta quarta-feira, dia 20, o quarto óbito em decorrência da Covid-19 no município. A cidade tem, até o momento, 60 casos positivos da doença, segundo informou a Prefeitura em boletim transmitido ao vivo no início da noite.

O paciente que morreu tinha 46 anos de idade e estava internado há mais de um mês em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Na segunda-feira, dia 18, foi registrada a terceira morte da cidade por Covid-19. A vítima era um idoso de 61 anos que estava em casa.

Também nesta quarta foram confirmados três novos casos do novo coronavírus em Mogi Guaçu, elevando para 60 o número de pacientes positivos. Deste total, 42 já se recuperaram. Outros 11 pacientes estão em isolamento domiciliar. Há dois internados em enfermaria e um em UTI.

Existem ainda 31 pacientes aguardando o resultado do exame e outros 194 foram descartados. Entre os casos suspeitos, existem 16 em domicílio, 11 internados, dois em UTI e dois óbitos sob investigação.

A secretária municipal de Saúde, Clara Alice Franco de Almeida Carvalho, voltou a fazer um apelo em favor da quarentena em Mogi Guaçu. "As pessoas estão brincando com fogo", definiu. Dados de terça-feira, dia 19, do Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo apontam que o índice de isolamento na cidade está em 45%, abaixo de Mogi Mirim, que ficou em 48%.

FAKE NEWS
A Prefeitura de Mogi Guaçu também negou a informação de que 11 pessoas de um mesmo estabelecimento comercial foram diagnosticadas com Covid-19.

Secretária de Saúde de Mogi Guaçu reforçou necessidade de isolamento social (Foto: Reprodução/Facebook)

5 comentários:

  1. Mas é o nome dos pacientes
    Mortos porque não divulgam.será mentira?

    ResponderExcluir
  2. Qual nome dos pacientes que morreram.
    Se é verdade por que esconder os nomes

    ResponderExcluir
  3. Que pena para as famílias das vítimas. Eu conhecia uma das vítimas da covid19.

    ResponderExcluir
  4. A sobrinha dessa vítima acima anunciado disse que o tio estava internado e que morreu de infecção. Mais um número mentiroso para a estatística do Covid 19. Lamentável

    ResponderExcluir
  5. precisa haver mais transparencia nas informaçoes.

    ResponderExcluir

Scroll to top