!


Mogi Mirim assina contrato para construção de até 100 moradias populares

Na quinta-feira, 25, em São Paulo, o secretário municipal de Planejamento Urbano, Eduardo Schmidt, e o secretário estadual de Habitação, Flávio Amary, acompanhado por diretores da Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano (CDHU) assinaram um contrato que garantirá a implementação de moradias populares através do programa Nossa Casa às famílias que mais precisam.

A expectativa é que 100 unidades sejam construídas na cidade. Sob coordenação da Secretaria de Planejamento Urbano, as equipes técnicas iniciaram estudos e análises topográficas para a escolha do local em que serão realizadas as obras. O objetivo é reduzir o déficit habitacional por meio do atendimento às famílias com renda de até três salários mínimos e para aquelas que recebem auxílio-moradia.

O programa vai oferecer habitações a preços sociais, o que significa que serão valores abaixo do mercado imobiliário, além de dar subsídios que podem chegar a R$ 40 mil para famílias com renda de até três salários mínimos. Já as famílias com renda entre três e cinco salários também poderão adquirir seus imóveis com subsídios no valor de R$10 mil.

De acordo com o programa habitacional, os municípios entrarão na parceria disponibilizando os terrenos, as incorporadoras com a construção dos conjuntos e os governos estadual e federal disponibilizarão os subsídios.


Contrato foi assinado na quinta-feira, dia 25, na capital paulista, com representantes da CDHU (Foto: Divulgação)

4 comentários:

  1. Deixam isso pra depois ! A prioridade urgente e de melhoria na área da saúde!!!

    ResponderExcluir
  2. E tudo precisamos de saúde mais de moradia ainda a muitas famílias que necessita de moradia como sito meu filho sua esposa e quatro filhos

    ResponderExcluir

Scroll to top