!


Mogi Mirim chega a 3ª morte por Covid-19; Mogi Guaçu confirma mais 2 óbitos

Mogi Mirim confirmou neste sábado, dia 13, a terceira morte decorrente do novo coronavírus na cidade. Segundo a Vigilância em Saúde, a vítima tinha 67 anos e veio a óbito na quinta-feira, 11, sendo considerado "morte suspeita". A confirmação ocorreu neste sábado.

Também foram confirmados mais cinco casos positivos de Covid-19, totalizando 89. Uma mulher de 63 anos e um homem de 56 estão internados na Santa Casa. Outras duas mulheres, de 58 e 78 anos, encontram-se no Hospital 22 de Outubro, enquanto outra mulher de 57 anos está em isolamento domiciliar.

Já a taxa de internação subiu para 50% dos leitos destinados às Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) dos hospitais em Mogi Mirim. Esse percentual é referente a todos os tratamentos de doenças em que o paciente precisa da UTI, e não apenas para casos de Covid-19.

MOGI GUAÇU
Um homem de 55 anos e uma técnica de enfermagem de 42 anos estão entre os óbitos confirmados no boletim deste sábado, 13, da Secretaria de Saúde de Mogi Guaçu. Pela primeira vez é registrada a morte de uma profissional da área da saúde do Município.

A técnica de enfermagem atendia na Santa Casa e precisou ficar internada. Na tarde de sexta-feira foi confirmado o óbito da profissional, o que sensibiliza toda a classe da área médica, que não tem medido esforços para combater a pandemia de coronavírus em Mogi Guaçu.

Segundo a Prefeitura, 58 profissionais da área da saúde foram acometidos pela doença. Neste sábado, foram registrados 15 novos casos. Mogi Guaçu contabiliza agora 268 pacientes positivos de coronavírus. Desses 15 casos novos, existem dois pacientes em UTI, dois em enfermaria e nove em isolamento domiciliar.

Entre os 268 casos, são oito pacientes internados em UTI, cinco em enfermaria e 28 em isolamento domiciliar. Dos 47 suspeitos, constam 13 em enfermaria, dois em UTI e 30 em isolamento domiciliar. O boletim indica 469 testes negativos. Outras 214 estão em monitoramento pela Secretaria de Saúde com síndrome respiratória.


1 comentários:

Scroll to top