!


Após queixas, Elektro amplia horário de atendimento

Diego Ortiz

Com uma série de frequentes reclamações de clientes, revoltados com o atendimento presencial recebido, a Elektro, concessionária de energia elétrica de Mogi Mirim, ampliou em três horas, desde sexta-feira, o horário para atender o público no imóvel localizado na Avenida Santo Antônio. Até quinta-feira, o atendimento envolvia quatro horas diárias, das 13h às 17h. Desde sexta, passou a ser das 10h às 13h e das 14h às 18h, com um período de sete horas.

A mudança veio um dia depois de A COMARCA questionar, via assessoria de comunicação, se a Elektro pensava em realizar melhorias no atendimento e quais seriam. Na sexta, a Elektro respondeu que sim, com a ampliação do horário de atendimento, frisando ter aumentado em 42% o período para atender o público.

A Elektro disse que o atendimento era realizado por quatro horas, pois seguia um decreto municipal e, desde sexta, aumentou para sete horas em função de flexibilização municipal das regras. Frisou que a empresa segue o horário estabelecido em decreto municipal.

No entanto, a restrição do atendimento ao público por até quatro horas era estabelecida às cidades na fase laranja do Plano São Paulo. Desde 21 de agosto, Mogi Mirim já está na fase amarela. Neste dia, entrou em vigor o decreto municipal 8223/2020. 

Na quinta-feira, A COMARCA recebeu reclamações de pessoas inconformadas com a demora no atendimento e a exposição ao sol na fila, com relatos de clientes passando mal. Há queixas de pessoas que apontam terem chegado pela manhã, mas, mesmo assim, ainda não terem sido atendidas à tarde. Outra reclamação é que quando entram para receberem o atendimento, depois de muita demora, os funcionários não resolvem o problema e é necessário voltar outro dia.

Perguntada por A COMARCA sobre como a Elektro reage às reclamações realizadas pelos clientes, a concessionária respondeu estar em constante melhoria para atender cada vez melhor.

Questionada se possuía algum planejamento para amenizar a exposição dos clientes ao sol, respondeu estar seguindo todos os protocolos de saúde e segurança e, por isso, existir um limite de pessoas na agência simultaneamente, para evitar aglomeração, em referência às precauções relacionadas à Covid-19.

A concessionária colocou ainda que, para contribuir com o distanciamento social, ampliou o atendimento digital. “Os mais de 2,7 milhões de clientes contam com os serviços comerciais oferecidos pela empresa por meio de aplicativo e plataformas on-line. Os clientes também podem solicitar serviços e esclarecer dúvidas utilizando o WhatsApp. O aplicativo é simples, evita o contato presencial e, consequentemente, o risco de contágio. Após acessar a ferramenta pelo número (19) 2122-1696, o cliente também dispõe de mais de 50 serviços, sem a necessidade de deslocamento”, colocou trecho da resposta.

Segundo a Elektro, em setembro, a média de atendimento presencial tem sido de 85 clientes por dia. “Observamos que o fluxo de clientes tende a aumentar a partir de hoje com a ampliação do horário de atendimento”, informou, ontem, a assessoria.

SEGURANÇA
A Elektro observou ainda que a reabertura de suas lojas de atendimento obedece a uma determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Para ter acesso ao espaço interno, é preciso seguir uma série de critérios de segurança. Além do número limitado de pessoas no interior da loja, na entrada, é necessária aferição de temperatura corporal e higienização das mãos, além do uso obrigatório de máscaras. “As medidas de controle são necessárias para assegurar a proteção de clientes e colaboradores. A Elektro pede aos seus clientes que priorizem o atendimento pelos canais digitais e se dirijam às lojas de atendimento presencial somente se for necessário”, finalizou a concessionária.

Após questionamento feito por A COMARCA, Elektro ampliou horário de atendimento ao público (Foto: A COMARCA)


Nenhum comentário:

Deixe um comentário

Scroll to top