!


Bombeiros conseguem controlar duas grandes queimadas criminosas

Os bombeiros de Mogi Mirim tiveram uma tarde movimentada nesta sexta-feira, 18, combatendo duas grandes queimadas que ocorreram na zona rural do Município. Na divisa de Mogi Mirim com Santo Antônio de Posse, onde fica uma das pedreiras do Grupo Quaglio, uma queimada de grandes proporções foi debelada. 

Os trabalhos duraram mais de três horas para conter as chamas. Já às margens da SP-147, no trecho entre Mogi Mirim e Itapira, próximo ao Motel SP, outra enorme queimada deu muito trabalho ao Corpo de Bombeiros. Neste local, o fogo ameaçava uma reserva de mata natural existente próxima a uma propriedade rural.

Nos dois casos, as queimadas foram criminosas, mas nenhum suspeito foi identificado. A região vem sofrendo com a proliferação de focos de incêndio, principalmente na zona rural. O céu de Mogi Mirim, Itapira e Mogi Guaçu, nesta sexta-feira, chegou a ficar enevoado por causa da fumaça. 

Além de danos irreparáveis ao meio ambiente, as queimadas aumentam a poluição atmosférica, trazendo graves consequências, principalmente às crianças, idosos e pessoas com doenças respiratórias crônicas. O Corpo de Bombeiros de Mogi Mirim e outras cidades da região estão em alerta constante para combater esses crimes ambientais. 

As altas temperaturas, umidade relativa do ar baixa e a longa estiagem, facilitam a propagação das queimadas. Felizmente, há previsão de chuva para os próximos dias, o que pode aliviar a situação. 

O céu de Mogi Mirim, Itapira e Mogi Guaçu, nesta sexta-feira, chegou a ficar enevoado por causa da fumaça (Foto: Divulgação)



Nenhum comentário:

Deixe um comentário

Scroll to top