!


Desmanche de caminhões é desmantelado pela Polícia Rodoviária na SP-340

A Polícia Militar Rodoviária (PMR) acabou com um esquema de desmanche de caminhões que estava operando em um barracão às margens da SP-340, entre Mogi Mirim e Mogi Guaçu. 


No sábado, dia 5, por volta das 11h, os policiais rodoviários cabo Renato e soldado Antony estavam em patrulhamento pelo Km 169 da rodovia, quando receberam informações de uma empresa de rastreamento de veículos, dando conta de que um caminhão roubado na noite anterior, em Holambra, estaria no barracão.

O local fica ao lado da empresa Refrigerantes Mogi (Mogi Guaçu) e não demorou muito para que um cerco fosse armado para tentar capturar os suspeitos. Os policiais, então, invadiram o imóvel, mas não localizaram ninguém no local. Porém, descobriram dois caminhões “tratores” inteiramente desmontados, além de dois semi-reboques, sendo um bitrem baú. O barracão possuía um sistema de câmeras de vigilância externo, assim como sofisticados equipamentos para inibir a ação de rastreadores, popularmente conhecido como “capetinha”.

O bitrem baú, de propriedade da empresa Rodoleve, estava carregado de latas de cerveja vazias que seguiam para a Ambev, em Luziânia (GO). Já a outra carreta, também baú e com emplacamento no Paraguai, estava transportando peças automotivas de plástico para o país vizinho. Essa carreta, rebocada por um caminhão trator Scania, havia sido roubada na terça-feira. 

Um representante da empresa Rodoleve esteve em Mogi Guaçu para recuperar a carga, já que o caminhão trator da marca DAF já havia sido totalmente desmontado. Ele revelou que o caminhão e o bitrem estão avaliados em mais de R$ 600 mil. 

Os policiais militares rodoviários, comandados pelo tenente Botelho, acionaram os peritos da Polícia Científica, que estiveram no local. O delegado plantonista na Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Mogi Guaçu, Anderson Casemiro, também foi até o barracão. Ele ficou surpreso com o nível de sofisticação do esquema de desmanche.

Também chamou a atenção dos policiais as ferramentas e equipamentos eletrônicos usados pelos criminosos. Até mesmo um caminhão munck era usado para retirar o motor dos caminhões. Este já é o segundo desmanche de caminhões desmantelado pela PMR na região. Em julho, policiais militares e homens do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR) estouraram um esquema de desmanche de caminhões e falsificações de bebidas em dois barracões às margens da SP-340, próximo à empresa Lindsay, em Mogi Mirim.

Sofisticação do local chamou atenção das autoridades (Foto: Claudio H. Felício/Portal da Cidade Mogi Mirim)

Nenhum comentário:

Deixe um comentário

Scroll to top