!


Mogi Mirim tem menos de 10% de mata nativa

Dos quase 50 mil hectares de extensão territorial de Mogi Mirim, apenas 4,6 mil são de cobertura vegetal nativa, segundo dados do Inventário Florestal do Governo do Estado de São Paulo. O que representa apenas 9,2% da área do município.

Esse índice coloca Mogi Mirim na pior faixa de classificação (vermelha) da Secretária Estadual do Meio Ambiente. Para efeito de comparação, Mogi Guaçu tem 12,7% de vegetação nativa (faixa laranja), enquanto em Itapira esse índice chega a 18,5% (faixa amarela).

Dos 645 municípios paulistas, 48 municípios encontram-se em classificação acima de 50% do território coberto com vegetação nativa, enquanto 151 na faixa entre 20% e 50%. Outros 97 estão na faixa entre 15% a 20%, como Itapira.

Mogi Guaçu e mais 215 cidades estão na faixa entre 10% e 15%. Na faixa com menos de 10% de cobertura vegetal nativa estão 133 municípios, incluindo Mogi Mirim. Segundo o Governo de São Paulo, há uma grande heterogeneidade na ocupação espacial do território paulista, o que exige políticas diferenciadas para cada região.

No último mapeamento, realizado em 2010, foi registrado 17,5% do estado com vegetação nativa. O levantamento atual utilizou satélites mais modernos com alta resolução espacial, que conseguem aferir detalhes da superfície terrestre e detectou 185 mil fragmentos a mais que o mapeamento anterior, por conta da precisão de detecção.

“Este levantamento da realidade florestal do Estado é imprescindível para guiar as políticas públicas de proteção e conservação de nossa biodiversidade, ao mesmo tempo que orienta as ações do licenciamento, da fiscalização e do uso sustentável de nossos ativos naturais pelos proprietários rurais, gestores públicos e sociedade civil”, explicou o subsecretário de Meio Ambiente, Eduardo Trani.

“Nós estamos sempre trabalhando para mitigar, em todas as intervenções no território, o crescimento desordenado sem preocupação com a conservação do meio ambiente. Um bom exemplo é o Programa Nascentes que, desde 2015, já restaurou 20 mil hectares, uma área equivalente a 28 mil campos de futebol, e cumpriu sua meta neste ano. O desenvolvimento de programas e práticas de agricultura sustentável também contribuiu para esse resultado, sem perder sua pujança econômica. Ainda temos muitos desafios, mas estes resultados nos mostram que estamos no caminho certo”, explicou o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido.

O novo Inventário Florestal aponta que o estado de São Paulo possui 5.670.532 hectares de vegetação nativa em vários estágios de recomposição. A área equivale a 22,9% do território paulista. A elaboração do estudo contou com participação de uma empresa especializada que atuou sob responsabilidade científica do Instituto Florestal (IF). O documento foi viabilizado com recursos oriundos da Câmara de Compensação Ambiental e contou também com a colaboração de todos os órgãos do Sistema Ambiental Paulista.

Na faixa vermelha de classificação, com menos de 10% de cobertura vegetal nativa, estão 133 municípios, incluindo Mogi Mirim (Foto: Geremias Oliveira/Vic&Tal Communication)


1 comentários:

  1. Nossa infelizmente que triste essa matéria,o certo era já que acaba com o verde para construir condomínios,deveria pelo menos plantar novamente o que se foi destruído.

    ResponderExcluir

Scroll to top