!


Bares e restaurantes organizam manifestação pela flexibilização de horários

Proprietários de bares e restaurantes de Mogi Mirim e Mogi Guaçu irão promover, a partir das 11h de quinta-feira, dia 28, manifestações contra o fechamento desses estabelecimentos aos finais de semana. Os protestos devem ocorrer simultaneamente na Estação Educação, onde está localizado o Gabinete do prefeito Paulo Silva (PDT), e em frente ao prédio da Prefeitura guaçuana.

Em Mogi Mirim, o grupo de comerciantes deve entregar uma pauta de reivindicações ao prefeito. Entre os principais pedidos, estão a suspensão do fechamento dos bares e restaurantes aos finais de semana e a flexibilização do expediente durante os dias úteis.

Desde segunda-feira, 25, o Plano São Paulo decretou o retorno de Mogi Mirim, Mogi Guaçu e região à fase laranja, além de restrições da fase vermelha em dias úteis, após as 20h, e integralmente aos finais de semana e feriados. A venda de bebidas alcoólicas no comércio varejista, por exemplo, só pode ocorrer entre 6h e 20h e o consumo local em bares está totalmente proibido.

Alguns comerciantes ouvidos pela reportagem de A COMARCA afirmam que, com mais essas restrições, muitos bares e restaurantes podem fechar definitivamente. Eles alegam que a maior parte do faturamento vem, justamente, dos finais de semana. 

Por outro lado, afirmam que não são contra as medidas adotadas pela Prefeitura, mas acreditam que os bares e restaurantes vêm cumprindo todas as recomendações das autoridades sanitárias e que, portanto, não deveriam ser punidos com o fechamento aos finais de semana. Estima-se que, em diversos desses estabelecimentos, o funcionamento aos finais de semana e feriados seja responsável por mais de 60% do faturamento. 

Na noite desta quarta, 27, representantes do segmento devem se reunir com membros da diretoria da Associação Comercial e Industrial de Mogi Mirim (Acimm), cobrando apoio e presença nas manifestações de amanhã. 

Medidas mais restritivas para bares e restaurantes foram definidas pelo Plano São Paulo (Foto: Tomas Silva/Agência Brasil)


Nenhum comentário:

Deixe um comentário

Scroll to top