!


Governo de SP autoriza funcionamento de atividades comerciais aos fins de semana

O governador João Doria (PSDB) anunciou nesta quarta-feira, 3, a suspensão de restrições temporárias do Plano São Paulo, alegando melhora de indicadores de controle da pandemia em todo o estado. No próximo sábado e domingo, municípios das regiões na etapa laranja poderão liberar atendimento presencial em comércios e serviços não essenciais, das 6h às 20h, durante todo o final de semana e também aos dias úteis. É o caso de Mogi Mirim e região.

“Tivemos, felizmente, queda no número de internações tanto em leitos primários como os de UTI, o que nos permite suspender a decisão de fechamento de atividades econômicas já neste final de semana”. A redução de hospitalizações por Covid-19 foi de 11%, de acordo com o Governo do Estado. “Isto, porém, não deve compreender falta de cuidado e de atenção para que as pessoas estejam protegidas, assim como funcionários dos estabelecimentos”, reforçou Doria.

A decisão vale para os municípios da Grande São Paulo e das regiões de Araçatuba, Araraquara, Baixada Santista, Campinas, Piracicaba, Presidente Prudente, Registro, São João da Boa Vista e São José do Rio Preto e Sorocaba, e foi tomada após grande pressão de alguns setores, como o de bares e restaurantes, os mais afetados pelas medidas restritivas da fase vermelha.

Na etapa laranja, academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, concessionárias, escritórios podem funcionar por até oito horas diárias, com atendimento presencial limitado a 40% da capacidade, com início às 6h e encerramento às 20h. Os parques também estão liberados nesta fase. O consumo local em bares está totalmente proibido.

A venda de bebidas alcoólicas em lojas de conveniência só pode ocorrer entre 6h e 20h. Somente a partir da fase verde, a mais branda, é que essa comercialização poderá voltar a ser feita sem restrições.

Nos municípios das regiões de Barretos, Bauru, Franca, Marília, Ribeirão Preto e Taubaté, as restrições da fase vermelha estão mantidas em tempo integral. Todas as seis regiões estão com ocupação hospitalar de pacientes graves com Covid-19 acima de 75%.

A fase vermelha só permite serviços como farmácias, mercados, padarias, lojas de conveniência, bancas de jornal, postos de combustíveis, lavanderias e hotelaria. Bares, restaurantes, lojas de rua, shoppings e demais atividades não essenciais só podem atender em esquema de retirada na porta, drive-thru e entregas por telefone ou aplicativos.

A reclassificação do Plano SP está prevista para sexta, 5, com vigência a partir da próxima segunda, 8. De acordo com a classificação atual, 82% da população do estado está na fase laranja, e 18% na etapa vermelha. Todos os protocolos sanitários e de segurança devem ser cumpridos pelos municípios. Prefeituras que se recusarem a seguir as normas estabelecidas pelo Governo do Estado ficam sujeitas a sanções judiciais.

Anúncio foi feito pelo governador João Doria em coletiva de imprensa (Foto: Governo do Estado de São Paulo)


Nenhum comentário:

Deixe um comentário

Scroll to top