!


Vice-prefeita critica Secretaria Municipal de Saúde

Flávio Magalhães

A vice-prefeita Maria Alice Fernandes Mostardinha (SD) está em conflito com a Secretaria Municipal de Saúde. Os desentendimentos se agravaram nesta semana, quando a secretaria teria agido para tentar impedir que a médica trabalhasse voluntariamente na Unidade Básica de Saúde (UBS) do distrito de Martim Francisco. 

Maria Alice conversou com a reportagem de A COMARCA e deixou claro seu descontentamento com alguns membros da pasta. A vice-prefeita, porém, preferiu não citar nomes. “A Secretaria de Saúde não está preocupada com a saúde da população”, criticou.

Especificamente sobre o episódio envolvendo a UBS de Martim Francisco, a vice-prefeita explicou que se ofereceu para atender voluntariamente a população do distrito, uma vez que o único ginecologista da unidade está em férias e a demanda por consultas é alta. No entanto, segundo Maria Alice, a Secretaria de Saúde disse a ela que não permitiria a realização das consultas.

O motivo, a princípio, seria burocrático. A Saúde teria exigido um requerimento que atestasse que o trabalho realizado pela vice-prefeita na unidade seria voluntário. Tal requerimento deveria ser preenchido através do setor de Protocolo da Prefeitura. “Eu tenho autonomia como vice-prefeita, e estou beneficiando a população”, justificou a médica, que, por fim, realizou os atendimentos na UBS do distrito.

Além do atendimento voluntário na rede municipal de Saúde, Maria Alice abriu mão do salário de vice-prefeita, hoje em R$ 8.560,00. A decisão se deu pelo fato de trabalhar como plantonista da Santa Casa de Misericórdia, que atualmente está sob intervenção da Prefeitura, portando, recebendo verbas públicas.

DECORATIVA
O episódio também causou descontentamento em Maria Alice diante da própria Administração Municipal. A vice-prefeita reclama não ter autonomia na Saúde, área em que atua há pelo menos 40 anos. “Foi prometido que nós iríamos andar juntos”, disse, fazendo referência ao prefeito Paulo Silva (PDT).

“Não quero ser uma figura decorativa, não quero apenas tirar foto ao lado do prefeito. Quero atuar”, frisou. “Mas é muita burocracia e pouco pensamento na população”, lamentou, novamente se referindo à Secretaria de Saúde. Em uma videoconferência realizada recentemente, em alusão aos 100 dias de governo, com imprensa, vereadores e secretariado, o prefeito Paulo Silva enalteceu a iniciativa da vice-prefeita em atender voluntariamente na rede pública municipal.

PONTUAL
O jornal A COMARCA solicitou à Assessoria de Comunicação um posicionamento da Secretaria Municipal de Saúde sobre a questão. Em nota, a Prefeitura afirmou que “a vice-prefeita Maria Alice Mostardinha e a secretária de Saúde Clara Carvalho são profissionais da área de saúde. Numa situação que envolva a questão do atendimento médico à população, podem ocorrer divergências de ideias decorrentes da experiência profissional de cada uma. Ambas já conversaram e a situação foi esclarecida. Esta foi uma questão pontual e sem qualquer interferência na Administração Municipal”.

"Não quero apenas tirar foto ao lado do prefeito. Quero atuar", disse ainda Maria Alice (Foto: Arquivo/Silveira Jr./A COMARCA)


Nenhum comentário:

Deixe um comentário

Scroll to top