!


Câmara aprova auxílio municipal mogimiriano no valor de R$ 200

A Câmara Municipal aprovou na última segunda-feira, por unanimidade, o Auxílio Municipal Emergencial (AME), programa social de enfrentamento à pandemia de Covid-19 na cidade. Com o objetivo de diminuir os impactos econômicos e sociais, será pago um valor mensal de R$ 200 às famílias cadastradas no CadÚnico. 

O benefício será concedido por três meses – maio, junho e julho – e estará sob coordenação da Secretaria de Assistência Social. O AME chega a fim de suprir as necessidades das famílias em situação de maior vulnerabilidade.

A expectativa da Assistência Social é atender 1.450 famílias, totalizando aproximadamente R$ 600 mil de auxílio no trimestre. Também estão em fase final as negociações da Administração Municipal para que o repasse à população seja através de transferência bancária.

A criação do auxílio emergencial de Mogi Mirim foi anunciada em março pelo prefeito Paulo Silva (PDT). Ao mesmo tempo, vereadores como João Vitor Gasparini (DEM), Mara Choquetta (PSB) e Tiago Costa (MDB) trabalhavam em iniciativa semelhante. Com respaldo da presidente da Câmara, Sônia Módena (Cidadania), e aprovação dos demais parlamentares, um novo projeto de lei foi pensado em conjunto entre Executivo e Legislativo.

De início, o AME cobriria pouco mais de 1,1 mil famílias com três parcelas de R$ 170. O aumento no número de famílias beneficiadas e no valor do auxílio foram viabilizados graças a um acordo que prevê a devolução antecipada de parte do duodécimo, valor repassado mensalmente para custeio da Câmara Municipal, e aplicação desses recursos no AME.

O benefício será concedido por três meses – maio, junho e julho (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Nenhum comentário:

Deixe um comentário

Scroll to top