Serviços de limpeza e varrição serão mantidos durante recesso de final de ano

O prefeito Carlos Nelson Bueno (PSDB) se reuniu, no último dia 27, com alguns secretários municipais e determinou que os serviços de limpeza pública e varrição sejam mantidos durante os dias de recesso no final de ano. De acordo com a Prefeitura, haverá um rodízio entre as secretarias no comando das ações, que incluem a manutenção das estradas e tapa-buracos.

Na reunião, estiveram presentes os secretários de Meio Ambiente, Ivair Biazotto, de Obras, Vitor Coppi, Serviços Municipais, José Paulo da Silva, de Mobilidade Urbana Tânia Guimarães, Agricultura, Valdir Biazotto, e também o presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgotos (Saae), Rodrigo Sernaglia.

As atividades de funcionamento contínuo incluem os órgãos de segurança pública, de socorro e pronto atendimento de urgência e emergência, além das instalações cuidadoras de animais, como o Bem-Estar Animal (BEA) e o Zoológico Municipal. “Aos serviços considerados de relevante importância e essenciais para a cidade, não será permitida a paralisação”, determinou o prefeito, em nota enviada à imprensa.

Segundo a portaria 509/19, as demais atividades serão interrompidas a partir de 21 de dezembro, sábado, e retornarão em 6 de janeiro de 2020, uma segunda-feira. Neste intervalo, serão concedidos pontos facultativos nos dias 26 e 27 de dezembro e 2 e 3 de janeiro.

Ordem foi passada pelo prefeito Carlos Nelson em reunião com secretários municipais (Foto: Divulgação)

PM reage a assalto e mata 2 na Zona Norte

Um policial militar atirou e matou dois assaltantes que tentaram roubá-lo no início da madrugada de hoje, 13, no Jardim Silvânia, na Zona Norte de Mogi Mirim. As primeiras informações dão conta que o PM e um amigo conversavam em frente à casa do policial, por volta das 00h10 de hoje, quando três homens chegaram de surpresa e os renderam.

O PM e o amigo foram trancados em um dos cômodos da casa. Enquanto isso, o trio roubava eletroeletrônicos e outros objetos, colocando-os no carro do próprio policial militar. Quando se preparavam para fugir do local, os marginais foram surpreendidos pelo PM, que havia conseguido abrir a porta.

Ele pegou sua arma e atirou nos assaltantes. Um deles morreu ainda no carro. Um segundo assaltante foi alvejado na rua e também morreu no local. Um terceiro criminoso conseguiu fugir pelas ruas do bairro. A PM realizou buscas pela Zona Norte, mas até hoje de manhã o bandido ainda continuava foragido. Mais detalhes sobre caso na edição de amanhã, 14, de A COMARCA.

Caso ocorreu no Jardim Silvânia, Zona Norte de Mogi Mirim (Foto: QRU 24 Hs)


Editoria:

Juiz dá prazo de 5 dias para Luiz Oliveira sair do Mogi

Em decisão publicada nesta quinta-feira, 12, o juiz Emerson Gomes de Queiroz Coutinho deferiu o pedido de liminar de reintegração de posse em ação impetrada pela gestão de João Carlos Bernardi para determinar a saída de Luiz Oliveira do Mogi Mirim Esporte Clube. O juiz estabeleceu prazo de cinco dias para desocupação voluntária, sob pena de a reintegração ocorrer de forma coercitiva.

A liminar será considerada executada quando ocorrer a intimação de Luiz para desocupar voluntariamente o clube.

Juiz Emerson Coutinho considerou irregular a permanência de Luiz Oliveira no Mogi Mirim (Foto: Arquivo/A COMARCA)
Para tomar a decisão, o juiz considerou que com a averbação da ata de assembleia que destituiu Luiz, a permanência do dirigente nas instalações do clube e a vedação do acesso da nova diretoria materializam o esbulho, ou seja, a usurpação com privação da utilização por quem tem direito.

Emerson Coutinho frisou que a averbação da ata da assembleia que destituiu Luiz tornou o ato válido até uma eventual decisão judicial que casse seus efeitos.

A ação de reintegração de posse havia sido impetrada no dia 4 de dezembro pela diretoria provisória eleita, representada pelo advogado Alcides Pinto da Silva Júnior.
Editoria: ,

Ruas acumulam galhos e entulhos

Ana Paula Meneghetti

Tênis, carteira, pia, telhas, madeira, isopor, plástico, gaveta, panos, garrafas de vidro, fios, além de folhas de vegetação seca. Esses são alguns objetos que podem ser encontrados em um dos pontos da Rua Eliza Mansur Pierobon, no Jardim Nova Santa Cruz, região da zona Oeste de Mogi Mirim. O lixo acumulado fica próximo a um terreno, parcialmente fechado, tomado pelo mato alto devido à situação de abandono.

Na Avenida da Saúde, zona Oeste, até uma privada estava jogada em calçada (Foto: Flávio Magalhães/A COMARCA)

Ainda na mesma rua, a reportagem de A COMARCA contou que, a cada 50 metros, tem um monte de entulhos e galhos, já secos, nas calçadas. Os moradores relataram que esperam há mais de cinco meses pelo recolhimento dos detritos. Segundo uma moradora, a Vigilância Sanitária (VS) passou em sua casa, nessa semana. “Disse que tem dois casos de dengue no bairro”, contou a munícipe, que preferiu não se identificar.

Fios, gaveta, isopor são alguns dos materiais
encontrados em rua (Foto: Flávio Magalhães/A COMARCA)
Ela chegou a fazer reclamações para a equipe da Vigilância sobre a situação da rua e foi orientada a ligar no setor de Limpeza Pública da Prefeitura. “No dia em que liguei, ninguém atendeu, mas vou tentar novamente”, afirmou a moradora. A Rua Cézar Henrique Costa passa pelo mesmo problema. Nesta via, foram contabilizados oito pontos de sujeira aglomerada.

Contudo, o cenário não é exclusivo do Jardim Nova Santa Cruz. Isso porque o serviço de limpeza se mostra deficiente também em outras áreas da zona Oeste. Na Avenida da Saúde, no bairro Saúde, por exemplo, até um vaso sanitário e um travesseiro estavam jogados na calçada, em frente uma residência.

EXPLICA
Em nota, a Secretaria de Serviços Municipais apenas informou que as atividades foram efetivadas recentemente na zona Oeste. Hoje, de acordo com a pasta, os trabalhos são executados na zona Leste e, na sequência, serão realizados na zona Sul – região do Maria Beatriz. A secretaria ainda esclareceu que cumpre um cronograma de trabalho conforme a demanda dos serviços, “seguindo um parâmetro de atendimento por regiões do município”.

Quanto à dengue, com o aumento dos casos e a possibilidade de uma epidemia prevista pela Superintendência de Controle de Endemias (Sucen), a Prefeitura fez, na última quarta-feira, 4, uma reunião com todas as secretarias municipais com o objetivo de discutir sugestões de estratégias para o aperfeiçoamento da Operação Zero Aedes Zero Sujeira, coordenada pela VS.

No caso dos terrenos, a Administração notifica o proprietário a promover a limpeza do imóvel, conforme prevê o artigo 2º da Lei 5223/2011, sob pena de multa e posterior execução do serviço pelo Município. Na limpeza de imóveis abertos, fechados total ou parcialmente, edificados ou não, é vedado o uso de fogo.

Por fim, a Secretaria de Serviços Municipais solicitou a conscientização da população quanto ao descarte de materiais, uma vez que em muitos locais, logo após a coleta e limpeza da área, os munícipes voltam a deixar lixo, mesmo com a presença de placas proibindo o descarte. “A população pode ainda colaborar ao disponibilizar materiais na Unidade de Resíduos Recicláveis (URR), de segunda-feira a sábado, no antigo DSM”, orientou a pasta.

Monte de galhos e vegetação seca na Rua Eliza Mansur Pierobon; moradores esperam há mais de 5 meses pelo serviço de limpeza (Foto: Flávio Magalhães/A COMARCA)

Mulher é presa após homem ser morto com golpe de facão no pescoço

Maria Helena Rodrigues dos Santos, 25, foi presa após o assassinato de um homem no início da tarde desta terça-feira, 10, no Parque das Laranjeiras, Zona Leste da cidade. O funileiro aposentado Raimundo Edelmir Emídio Soares, 55, sofreu um golpe de facão no pescoço e morreu na hora.

À Polícia Civil, Maria Helena alegou legítima defesa, pois, segundo ela, o aposentado tentou estuprá-la dentro da casa em que ele morava sozinho, à rua Professora Maria Luiza Costa Camargo, antiga rua 12.

A mulher contou aos investigadores que Soares a teria trancado na casa, passando a ameaçá-la. Acuada, ele teria desferido o golpe de facão que acabou matando o aposentado. O crime ocorreu por volta das 13h.

De acordo com vizinhos, após o crime, Maria Helena teria deixado a casa e caminhado tranquilamente pela rua. Inclusive, chegou a conversar com algumas pessoas que moram próximas ao local do homicídio. Mesmo com os pés sujos de sangue, disse que iria à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) fazer um curativo.

Horas depois, ela acabou presa por policiais militares das Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam) e encaminhada à Delegacia Central. Ainda de acordo com testemunhas, Maria Elena seria usuária de drogas e álcool, além de tomar remédios controlados para distúrbios psiquiátricos.

Já o funileiro aposentado, que vivia no mesmo endereço há 17 anos, também fazia uso constante de bebidas alcoólicas, segundo relatos. Testemunhas afirmaram ainda que ele teria o costume de pagar usuárias de drogas para manter relações sexuais com ele.

Até o fechamento desta reportagem, Maria Helena ainda não havia sido ouvida pelo delegado de plantão.

Crime ocorreu no endereço em que o funileiro aposentado vivia há 17 anos



Editoria: ,

Cinemark começa a funcionar em Mogi Guaçu

Mogi Guaçu ganhou nesta terça-feira, 10, seu primeiro complexo da Cinemark, com capacidade para 848 espectadores distribuídos em quatro salas. O novo espaço, localizado no Shopping Boulevard Mogi Guaçu, oferece ao público da cidade e da região uma opção de lazer e entretenimento de qualidade, aliando conforto à mais alta tecnologia de exibição cinematográfica.

O complexo conta com quatro totens de autoatendimento distribuídos no saguão, onde os usuários podem consultar a programação completa e adquirir ingressos e produtos com apenas alguns toques na tela. Além disso, as compras também podem ser feitas pelo APP Cinemark e pelo site da Rede.

Nas bilheterias, estão instaladas leitoras de QR Code para pagamento via aplicativo Mercado Pago. A parceria entre a Rede e a fintech dá R$ 10 de desconto em qualquer compra, ingressos ou itens da bomboniere, a partir de R$ 20 -  benefício que pode ser aproveitado até duas vezes ao mês. Além disso, clientes Vivo Valoriza e Bradesco têm o benefício da meia-entrada na compra de ingressos.

O snack bar oferece combos especiais, brindes, refrigerantes, balas e doces e outros produtos para consumir durante as sessões. Além, é claro, da tradicional pipoca da Rede - salgada ou doce e com diversas coberturas. Com o início das operações do Cinemark Boulevard Mogi Guaçu, a maior rede exibidora do Brasil chega a seu 87º complexo de cinemas e 638 salas espalhadas pelo país.

Serviço Cinemark Boulevard Mogi Guaçu
Endereço: Boulevard Shopping Mogi Guaçu - Av. Mogi Mirim, 210
Ingressos: Bilheterias, site, App Cinemark e QR Code Mercado Pago
Capacidade: 212 lugares em cada sala

Cinemark Boulevard Mogi Guaçu é a mais nova opção de lazer para a região (Foto: Divulgação)

Editoria:

Árvore de grande porte cai no Jardim Velho

Uma árvore de grande porte caiu na madrugada desta terça-feira, 10, na Praça Floriano Peixoto, o Jardim Velho, na região central de Mogi Mirim. Ninguém se feriu, mas a queda causou estragos materiais, uma vez que a árvore caiu sobre a barraca de um vendedor ambulante e atingiu uma estátua, além de danificar o piso do local.

Durante a manhã, equipes das secretarias municipais de Meio Ambiente e de Serviços Municipais foram à praça para trabalhar na remoção dos galhos e do troco da árvore. Para isso, parte da praça precisou ser interditada, mas os trabalhos não afetaram o fluxo do ponto de ônibus existente próximo ao local da queda.

Segundo informações, a árvore que caiu é da espécie ficus, conhecida como "falsa seringueira". Uma chuva com ventos fortes pode ter sido a causa da queda, ocorrida no início da madrugada. Avaliações preliminares da Secretaria de Meio Ambiente apontaram que as raízes da árvores estavam comprometidas.

Foto: Flávio Magalhães/A COMARCA
Foto: Flávio Magalhães/A COMARCA

Editoria: ,
Scroll to top