A Comarca

Assassinos de Lorenzo são condenados a mais de 15 anos

Talita Helena Rodrigues Caetano, 24, e Maicon Alexandre Bepler, 26, foram condenados na noite da última segunda-feira, 27, pelo assassinato do jovem Lorenzo Andrade de Moraes, na ocasião com 22 anos, ocorrido no dia 10 de março de 2014.

O corpo de jurados composto por cinco mulheres e dois homens, considerou o casal culpado pelo homicídio triplamente qualificado no que se referia a Bepler e duplamente qualificado em relação à Talita. Ele foi condenado a 15 anos e 08 meses e ela a 16 anos e 09 meses.

O júri marcado para ter início às 08 horas da manhã, na Câmara Municipal de Artur Nogueira, sofreu atraso de quase duas horas, devido a escolta da ré ter sofrido atraso. Com a chegada de Bepler, que segue preso em Americana, e de Talita, que está no presídio em Franco da Rocha, tiveram início os trabalhos para compor o tribunal do júri.

Tal tribunal é composto por um juiz presidente e 25 jurados, dos quais sete são sorteados para compor o conselho de sentença, que tem o encargo de condenar ou absolver o crime atribuído aos réus. Durante a escolha dos jurados de defesa e acusação, é possível aceitar ou rejeitar algum jurado sorteado.

Cada parte, defesa e acusação, pode rejeitar até três jurados sorteados. No momento do sorteio, o promotor Pedro dos Reis Campos teve o cuidado em indagar se as juradas, no caso das mulheres, possuíam filhos e se estes seriam do sexo masculino.

Formado o júri, iniciou-se o depoimento das testemunhas de acusação e defesa, e posteriormente o interrogatório de Maicon e Talita. Depois houve a explanação do promotor e das defesas de Maicon e Talita, que ficou a cargo dos advogados Leticia Müller e Gustavo Amaral.

Após os jurados acompanharem os trabalhos, o corpo de jurados seguiu para a sala secreta, onde foi feita a votação. Às 20h16, o juiz Paulo Henrique Aduan Corrêa leu a sentença dos acusados.

Maicon foi condenado por homicídio triplamente qualificado, considerando o motivo fútil, cruel e que dificultou a defesa da vítima, resultando na pena de 15 anos e 08 meses. Já Talita, foi condenada pelo homicídio duplamente qualificado, pelo meio cruel empregado e a dificuldade de defesa da vítima. Ambos também foram condenados pelo crime de furto, já que além de se apossarem de R$ 40 que estavam na carteira de Lorenzo, também realizaram saque bancário na conta da vítima.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Veja mais
Confira mais notícias
Edições semanais
EDITORIAL
Capa Nelson Theodoro

Siga a comarca nas redes sociais

site_mobile_menu

Siga A Comarca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp