A Comarca

Diretor da Fênix promete melhoria no transporte

Flávio Magalhães

O diretor da Viação Fênix, Victor Hugo Chedid, aproveitou a convocação feita pelo vereador Geraldo Bertanha, o Gebê (SD), para comparecer na Câmara Municipal na noite da última segunda-feira, 13, e apresentou três dos novos ônibus da empresa que vão compor a frota de Mogi Mirim. Os vereadores tiveram a oportunidade de vistoriar os veículos.

Os novos ônibus são zero quilômetro, modelo 2018, e estão equipados com internet wi-fi, GPS e reconhecimento facial para uso de cartão. Eles estão em processo de licenciamento e emplacamento e devem rodar já nos próximos dias. “Nosso grupo vai prestar o melhor serviço de transporte que Mogi Mirim já viu desde então”, declarou Chedid na Câmara Municipal.

O diretor da Fênix foi sabatinado pelos vereadores e abordou diversos assuntos. Culpou a fadiga e a idade avançada dos ônibus atuais pelas quebras constantes. “Mas a população não tem nada a ver com isso”, admitiu. Anunciou que os investimentos para renovação da frota chegam aos R$ 8 milhões e que a cidade terá 24 veículos entre novos e seminovos, com 20 em operação e quatro na reserva técnica.

Chedid explicou que a Administração de Carlos Nelson Bueno (PSDB) foi rigorosa ao conceder a anuência para assumir o transporte público em Mogi Mirim, exigindo o cumprimento do contrato de concessão por um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). Ao cumprir essas obrigações, a empresa terá como ônibus mais antigo em circulação um veículo de quatro anos e idade média da frota de um ano e meio. Até então, a idade média era de seis anos, com um veículo mais velho de nove anos.

Questionado sobre aumento de tarifa, Chedid elucidou que o contrato de concessão determina a fórmula para a cobrança da passagem de ônibus e que a atual tarifa está congelada desde dezembro de 2015. “Como toda empresa, sofremos com a inflação e reajuste salarial de funcionários”, disse. No entanto, disse que manterá o compromisso de apenas protocolar reajuste de tarifa quando cumprir todas as exigências contratuais. “E nós não estamos cumprindo no momento”, admitiu.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Veja mais
Confira mais notícias
Edições semanais
EDITORIAL
Capa Nelson Theodoro

Siga a comarca nas redes sociais

site_mobile_menu

Siga A Comarca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp