A Comarca

Câmara aprova revisão da Planta Genérica de Valores

A Câmara Municipal aprovou na última segunda-feira, 27, a revisão da planta genérica de valores (PGV) de parte da cidade de Mogi Mirim. A nova lei altera o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de pouco menos de quatro mil e exclui os condomínios Santa Mônica e Santa Úrsula do aumento.

SAIBA MAIS: Prefeitura quer revisar Planta Genérica de Valores

Segundo dados da Prefeitura, a maior parte dos figurados entre os 10% são imóveis baldios: 64%, o que corresponde a 2.737 unidades. Somente 1.220 são imóveis com edificações, equivalentes a 28%. Os 8% restantes, formadas por 342 unidades, são imóveis em construção.

Esses números se devem ao fato de que a revisão atinge vários conjuntos habitacionais recentes ou considerados de “alto padrão” pela Prefeitura. Outro ponto que deve ser levado em consideração é o combate à especulação imobiliária. Isto é, a oneração do custo dos terrenos baldios auxilia na diminuição do retorno econômico dos especuladores imobiliários.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Veja mais
Confira mais notícias
Edições semanais
EDITORIAL
Capa Nelson Theodoro

Siga a comarca nas redes sociais

site_mobile_menu

Siga A Comarca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp