!


Jogo do Mogi tem vestiário da arbitragem sem luz e falta de energia em cabines

Na súmula da partida entre Mogi Mirim e Rio Branco, na última quarta-feira, dia 25, foi relatado que o vestiário destinado à arbitragem no Estádio Vail Chaves estava sem iluminação. Segundo posicionamento do clube, procurado por A COMARCA por intermédio do advogado Guilherme Tofoli, foi algo pontual: “a energia veio faltar apenas no final do jogo, alguém desligou o disjuntor errado”. 

Durante a partida, no setor onde fica localizada a imprensa e o camarote da diretoria, acima das cadeiras cativas, foi registrada falta de energia em parte das cabines utilizadas por veículos de comunicação. 

O problema com a energia prejudicou a transmissão do jogo no canal oficial da Federação Paulista de Futebol, a Paulistão Play, que não conseguiu transmitir a partida completa, tendo deixado, inclusive, de exibir o gol. 

Por intermédio do advogado Guilherme Tofoli, a diretoria do clube informou que a questão está relacionada ao furto de cabos e que está buscando resolver o problema. 

O Mogi Mirim ainda garantiu não haver problemas de energia em outras áreas do estádio, além do setor do camarote.

Além da falta de iluminação no vestiário, a súmula ainda relatou que o campo estava sendo demarcado no momento em que a equipe de arbitragem estava fazendo a inspeção e que a placa de substituições não estava funcionando.



Nenhum comentário:

Deixe um comentário

Scroll to top