!


Mogi perde para o São Carlos e chega a 4 partidas sem vencer

O Mogi Mirim voltou a ser derrotado pelo São Carlos por 1 a 0, na manhã deste domingo, no Estádio Vail Chaves, em partida válida pela sexta rodada do Grupo 3 da Segunda Divisão do Campeonato Paulista Sub-23, a Bezinha, o quarto patamar estadual. Na primeira rodada, o Sapo já havia sido derrotado pelo São Carlos por 1 a 0, no Estádio Municipal Professor Luiz Augusto de Oliveira.

O Sapo chegou a quatro jogos consecutivos sem vitória e acumulou três derrotas seguidas. Com o resultado, permanece na penúltima colocação do Grupo 3, com quatro pontos. 

O São Carlos foi superior ao Mogi Mirim na primeira etapa e o segundo tempo apresentou equilíbrio.

O jogo começou com grande intensidade, com os dois times buscando o ataque. Ao longo da primeira etapa, o São Carlos teve mais a iniciativa das jogadas ofensivas. Porém, as duas equipes, especialmente o Mogi Mirim, tiveram dificuldades de criatividade para penetrar na defesa adversária. Assim, as chances de grande perigo rareavam e o único gol foi contra, oriundo de bola parada.

Aos sete minutos, o São Carlos teve oportunidade com Pablo, que recebeu de Maycon Rangel com liberdade e finalizou de dentro da área, mas o arremate saiu fraco, o que facilitou a defesa do goleiro Alemão.

Aos 16 minutos, após a cobrança de escanteio do São Carlos, o lateral-direito Lucas, do Mogi Mirim, cabeceou no primeiro pau na tentativa de afastar o perigo, mas acabou marcando gol contra.  

Mesmo com o placar em vantagem, o São Carlos seguiu se posicionando no campo de ataque. Aos 27, Maycon Rangel se livrou com facilidade de marcadores e soltou um tiro de fora da área, Alemão deu rebote e Gabriel Zanini teve grande chance e finalizou cruzado, com a bola saindo à direita do arqueiro do Sapo.

Aos 33, Pelé recebeu na esquerda e finalizou com perigo, mas o goleiro Fabrycio saltou em seu canto direito para mandar para escanteio.

Com superioridade dos visitantes na primeira etapa e equilíbrio no segundo tempo,
Mogi Mirim perdeu para o São Carlos, chegou a quatro jogos seguidos sem vitória e alcançou a terceira derrota consecutiva na Bezinha. (Foto: Diego Ortiz/A COMARCA)

O Mogi Mirim voltou mais ofensivo do intervalo, com as entradas do meia João Paulo e do meia-atacante Carlos para as saídas do volante Pedro e do atacante William.

O cenário do segundo tempo foi diferente: o Sapo partia para cima, enquanto o São Carlos buscava explorar os contragolpes.

A primeira jogada de perigo do segundo tempo foi do São Carlos. Em cobrança de falta, aos 16 minutos, Pedrinho acertou o travessão.

Aos 23, em lance de velocidade do Mogi Mirim, Pelé fez jogada pela direita e cruzou na área buscando João Paulo, que estava livre, mas teve dificuldades para alcançar a bola e acabou cabeceando mal, sem direção.

O São Carlos voltou a chegar em contra-ataque aos 27: Emerson recebeu pela esquerda, invadiu a área, se livrou da marcação e finalizou com perigo para boa defesa de Alemão.

Aos 31, o Mogi desperdiçou uma oportunidade impressionante, quando a bola foi tocada da direita, atravessou a área e sobrou limpa para Pelé apenas completar para o gol. O atacante finalizou de forma grotesca e a bola saiu pela lateral direita do ataque do Sapo.

Aos 44, após confusão envolvendo jogadores dos dois times, o árbitro Lucas Canetto Bellote expulsou o atacante Pelé, do Mogi Mirim, e deu cartão amarelo para João Paulo, do Sapo, e Maycon Rangel, do São Carlos, o que gerou revolta da equipe mogimiriana.  

O Mogi Mirim volta a jogar na próxima quarta-feira, às 15h, diante do Rio Branco, no Estádio Décio Vitta, em Americana. Na segunda rodada, o Mogi venceu o Rio Branco por 1 a 0, no Vail Chaves. A equipe de Americana é vice-líder, com 11 pontos. 

Nenhum comentário:

Deixe um comentário

Scroll to top