!


Lanterna, Mogi perde outra e chega ao 7º jogo sem fazer gol

O Mogi Mirim, que já não tinha chances de classificação para as oitavas de final, foi derrotado pelo Independente, de Limeira, por 2 a 0 na tarde desta quarta-feira, no Estádio Vail Chaves, pela penúltima rodada do Grupo 3 da Segunda Divisão do Campeonato Paulista Sub-23, a Bezinha, o quarto patamar estadual. Foi o último jogo do Sapo em seu estádio na competição.

Com o resultado, o Mogi Mirim permanece na lanterna, com cinco pontos, conheceu sua sexta derrota no certame e chegou a sete jogos consecutivos sem vencer. Dono do pior ataque da Bezinha, com apenas dois tentos marcados, o Sapo também atingiu a marca de sete partidas sem conseguir anotar um gol em nove jogos disputados.

A vitória classificou o Independente, que é o terceiro colocado, com 15 pontos. O Grupo 3 ainda tem como classificados o líder Rio Branco, que tem 20 pontos, e o São-Carlense, vice-líder, com 16. Em quarto lugar, com 11 pontos, o São Carlos irá brigar pela vaga de melhor quarto colocado.

O Independente resolveu o jogo diante do Mogi Mirim no intervalo de quatro minutos, em que sofreu um pênalti e marcou dois gols com o atacante Schutz.   

A partida começou com os dois times buscando se posicionar no campo de ataque.

Aos 12 minutos, o árbitro Rodrigo Pires de Oliveira assinalou pênalti do zagueiro Danilo em Schutz. Dois minutos depois, o próprio Schutz cobrou no canto direito do goleiro Vitor Bonaldo, que pulou em direção oposta: 1 a 0. 

Schutz marcou os dois gols da vitória do Independente contra o Mogi
Mirim, no Vail Chaves, o primeiro em cobrança de pênalti. (Diego Ortiz/A COMARCA)

Um minuto depois, no reinício do jogo, com a saída do meio de campo, o Mogi Mirim foi trocando passes até Danilo recuar para o goleiro Vitor Bonaldo. O arqueiro errou o passe e tocou no peito de Dieguinho, que passou para Schutz, com liberdade, arrematar de primeira para o gol: 2 a 0.

Aos 16, Sorriso cobrou falta da esquerda, para a frente da linha lateral, e em vez de levantar na área para cabeceio dos atletas do Sapo, bateu direto para o gol, aparentemente, buscando o ângulo esquerdo do goleiro Romário, que saltou para espalmar a bola para escanteio. 

Com dois gols à frente do placar, o Independente passou a esperar os avanços do Mogi Mirim para explorar os contragolpes.

O Mogi Mirim partiu para cima na segunda etapa, mas, com carência de qualidade na armação das jogadas, não conseguiu construir oportunidades de grande perigo. No primeiro minuto, Carlos deu um belo voleio na área, mas a finalização saiu fraca e foi nas mãos do goleiro Romário.

Já o Independente administrou o resultado positivo, com tranquilidade.

O Sapo volta a jogar no próximo domingo, às 15h, diante do Grêmio São-Carlense, no Estádio Municipal Professor Luiz Augusto de Oliveira, o Luizão, em São Carlos, pela última rodada. Ao Mogi Mirim ainda resta a possibilidade de não terminar em último lugar, pois a penúltima colocada Itapirense tem seis pontos, um a mais em relação ao Sapo e encara o Rio Branco, no Estádio Décio Vitta, em Americana.

Nenhum comentário:

Deixe um comentário

Scroll to top