A Comarca

Mogi vai aplicar 2ª dose da Pfizer para quem tomou 1ª da AstraZeneca

A Secretaria Municipal de Saúde de Mogi Mirim anunciou que, a partir desta semana, quem tomou a vacina da AstraZeneca como primeira dose de imunização contra a Covid-19 receberá a vacina da Pfizer como segunda dose.

A aplicação das duas vacinas foi autorizada pelo Governo do Estado de São Paulo em 10 de setembro, em caráter emergencial, com o objetivo de cumprir o esquema vacinal. Os detalhes técnicos desta decisão podem ser consultados na 22ª atualização do Documento Técnico da Campanha de Vacinação Contra a Covid-19 e na Nota Técnica Nº 6/2021 – SECOVID/GAB/SECOVID/MS.

O documento estabelece que a vacinação conjunta dos dois imunizantes está sendo cada vez mais difundida, onde não é possível administrar a 2ª dose da vacina do mesmo fabricante. A medida é baseada no fato de que o abastecimento e distribuição das vacinas da AstraZeneca estão prejudicados no Brasil.

A intercambialidade destas vacinas foi chancelada pelo Comitê Científico do Governo do Estado e pelo Plano Estadual de Imunização (PEI), que embasaram a decisão em estudos da Organização Mundial de Saúde (OMS) e orientações do próprio Ministério da Saúde. A decisão também foi aprovada em deliberação bipartite com o Conselho dos Secretario Municipais de Saúde de São Paulo (Cosems).

No município, a ação excepcional e emergencial, isto é, a aplicação das vacinas (1ª dose: AstraZeneca e 2ª dose: Pfizer) será feita para as pessoas que estão em atraso ou com a 2ª dose agendada para os próximos dias. O período de 12 semanas entre as doses deverá ser respeitado.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Veja mais
Confira mais notícias
Edições semanais
EDITORIAL
Capa Nelson Theodoro

Siga a comarca nas redes sociais

site_mobile_menu

Siga A Comarca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp