!


Mulher leva tiro de chumbinho na cabeça, em Mogi Guaçu

Um homem, sem motivo aparente, baleou uma mulher na cabeça, utilizando-se uma espingarda de pressão, na manhã dea segunda-feira, no Jardim Alvorada, na zona Leste de Mogi Guaçu. De acordo com os guardas civis municipais Couto e Lucas, eles receberam, pela manhã, uma chamada via rádio do comando da GCM relatando sobre o ocorrido.

Segundo essas informações, uma mulher levou um tiro na cabeça, por volta das 7h, quando estava entrando para trabalhar em uma empresa localizada naquele bairro. No hospital, os GCMs conversaram com ela, que, consciente, contou que a filha a levou até o local de trabalho. 

Após se despedir da moça, ela se virou e, quando se preparava para abrir o portão da empresa, sentiu uma pancada atrás da cabeça. A princípio a mulher achou que fosse uma pedrada. Porém, a filha notou que estava escorrendo sangue da cabeça da mãe e a levou, imediatamente, ao Hospital Municipal.

Um raio-x confirmou a presença de pedaços de um projétil de chumbo, calibre 5,5 mm, alojados no couro cabeludo. Por pouco, a bala não transpassou a calota craniana da vítima, que poderia ter morrido caso isso tivesse ocorrido. Os GCMs retornaram ao local, pois acreditavam que o atirador deveria morar próximo à empresa. Eles descobriram que o suspeito realmente residia em uma casa em frente. Quando bateram na porta da residência, vizinhos informaram que o homem estava fugindo pelos fundos do imóvel. 

A perseguição terminou em frente à Escola Estadual Nelson Girardi, no Jardim Hedy, onde o suspeito, que é supervisor de RH e tem 33 anos, foi finalmente detido. Antes, ele ainda tentou agredir os GCMs com pontapés. Foi preciso a ajuda de populares para dominar o atirador. 

De volta a casa dele, os guardas civis apreenderam a carabina de pressão, da marca Rossi, 5,5 mm, equipada com luneta de precisão, utilizada para atirar na mulher. 

Levado à Central de Polícia Judiciária (CPJ), o homem disse que o disparo foi “acidental”. Apesar da gravidade da ocorrência, ele foi liberado após o depoimento, porém, será indiciado por lesão corporal e resistência. Já a arma usada no crime foi apreendida. 



Nenhum comentário:

Deixe um comentário

Scroll to top