!


Sandro Natividade é reeleito presidente da OAB com 313 votos

Diego Ortiz 

Em eleição com chapa única, o atual presidente da subseção de Mogi Mirim da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Sandro Natividade, foi reeleito para o seu terceiro mandato, do triênio de 2022 a 2024, com 313 votos. A eleição ocorreu na quinta-feira, na Casa do Advogado. 

De 675 eleitores aptos a votar, 407 compareceram, ou seja, 268 se ausentaram, o que representa uma abstenção de 39,70%. Além dos 313 votos para Natividade, houve 49 brancos e 45 nulos. Desta forma, Natividade teve 76,9% dos votos entre os advogados que compareceram. 

A alta abstenção despertou a atenção de Natividade, que entende que os números demonstram que os advogados estão um pouco distantes, descrentes ou insatisfeitos com os rumos da profissão.

Já sobre a reeleição, também considerou significativo o número de brancos e nulos, mas entendeu que a porcentagem com a qual foi eleito, de 76,9%, ficou dentro do esperado especialmente por se tratar da busca de um terceiro mandato. “A gente está há bastante tempo já no poder, não são todos que gostam. Por mais que eu tenha negociado para não ter saído chapa de oposição, muitos gostariam de ter voltado ou ter disputado, então, acho que esses 25% que não votaram na gente são fruto dessa oposição, descontentamento. Assim como teve abstenção, teve os que lá foram, até porque tem a multa em caso de não votar, mas foi um balanço positivo ter 75% de aprovação para quem está no poder há seis anos, está de um tamanho significativamente bom”, avaliou. 

Nas outras duas eleições vencidas, Natividade havia superado outras chapas. Na primeira, derrotou Antonio Franco Barbosa Neto, o Toninho Franco, por 200 votos a 148. Na seguinte, teve 194 votos, um número superior ao dos dois adversários somados, com o equivalente a 51,5% do total desconsiderando brancos e nulos. A chapa de Marco Delatorre Barbosa teve 97 votos e a de Valquíria Aló, 86. Brancos e nulos somaram 6. 

A chapa encabeçada por Sandro Natividade eleita para o triênio de 2022 a 2024, denominada “OAB Unida e no Caminho Certo”, apresenta como vice-presidente Marice Costa Porto de Moraes, a secretária geral Rosana Peris, o secretário adjunto André Aparecido Quitério e o tesoureiro Eduardo Felizardo.

Chapa eleita para triênio 2022-2024 apresenta, desde a esquerda: tesoureiro Eduardo Felizardo, vice Marice Porto, presidente Sandro Natividade, secretária geral Rosana Peris e secretário adjunto André Quitério (Foto: Divulgação)


André Barbosa é eleito conselheiro suplente estadual

A cidade de Mogi Mirim terá um representante na seccional de São Paulo. Ex-presidente da subseção local da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em dois mandatos, de 2010 a 2015, e tesoureiro no mandato anterior, André Aparecido Barbosa foi eleito conselheiro suplente estadual como integrante da chapa vencedora “Muda OAB/SP”, encabeçada pela candidata a presidente Maria Patrícia Vanzolini Figueiredo.

Barbosa volta a ser conselheiro estadual, posição que havia ocupado de 2016 a 2018, na gestão de Marcos da Costa. Em 2018, foi candidato à reeleição novamente na chapa de Marcos, que acabou derrotado pelo atual presidente Caio Augusto Silva dos Santos. Desta vez, Marcos da Costa, segundo ressaltado por Barbosa, foi um dos idealizadores da chapa de Patrícia Vanzolini para formação de uma oposição mais forte. “Pra mim vai ser uma experiência bem legal porque a gente imaginava que na última gestão, a gente fosse continuar o trabalho, na verdade, a gente está na expectativa de resgatar o que a gente estava fazendo há três anos, retomar, agora experimentando o comando de uma mulher, que a gente está bem esperançoso nisso também e tranquilo”, observou.

Barbosa destaca o sentimento especial de poder fazer parte de um momento histórico, na chapa da primeira mulher eleita presidente da seccional paulista. “Eu como já fui presidente duas vezes, conselheiro, participamos de muita coisa interessante, mas essa é realmente para ficar na história porque é a primeira mulher, tivemos uma receptividade no estado espantosa, eu fico feliz em fazer parte da história, de ter o comando de uma mulher, que tenho certeza, que vai ser um mandato muito produtivo”, destacou.

Eleita, Patrícia teve 5 votos a menos que Caio em Mogi


Eleita a primeira presidente mulher da história da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Paulo, Maria Patrícia Vanzolini Figueiredo, que tem como vice-presidente Leonardo Sica, teve cinco votos a menos em Mogi Mirim em relação ao atual presidente Caio Augusto Silva dos Santos, da chapa Conexão e União, que tinha Izabel Cristina Barros como vice-presidente.

Caio, que buscava a reeleição e tinha o apoio do presidente da OAB de Mogi Mirim, Sandro Natividade, teve 169 votos em Mogi Mirim. Já Patrícia, que contou com o ex-presidente da OAB de Mogi Mirim, André Barbosa, na chapa como conselheiro suplente, garantiu 164 votos. 

Desta forma, em Mogi, Caio teve 41,52% dos votos dos advogados presentes e Patrícia, 40,29%. O terceiro mais votado, com 12 votos, foi Alfredo Scaff Filho, da chapa “Movimento OAB pra Você”, que tinha como vice, Suzana de Camargo Gomes. Em quarto lugar, com 11 votos, ficou a candidata, na chapa “A OAB tá On”, Dora Marzo Cavalcanti Cordani, com Lázara Cristina do Nascimento de Carvalho de vice. Com 5 votos, o menos votado em Mogi Mirim foi o candidato da chapa Inovação e Futuro, Mário de Oliveira Filho, que teve Maria Odete Duque Bertasi como vice. 
A subseção de Mogi Mirim ainda registrou 26 votos brancos e 20 nulos para a eleição da seccional.

Nenhum comentário:

Deixe um comentário

Scroll to top