!


2ª morte por febre maculosa é confirmada em Mogi Mirim

Mogi Mirim registrou o segundo óbito confirmado por febre maculosa. A vítima foi uma garota de 15 anos, residente em Sumaré. Um exame foi encaminhado para o Instituto Adolfo Lutz no dia 30 de novembro, diante da suspeita da morte por febre maculosa, e apresentou resultado positivo.

O caso ganhou projeção já no início de dezembro. A suspeita, levantada após publicação nas redes sociais, de infecção por febre maculosa se deu porque a vítima esteve no kartódromo do Complexo Esportivo José Geraldo Franco Ortiz, o Zerão, dias antes de falecer. 

O caso ocorreu poucas semanas após a confirmação da primeira morte por febre maculosa no município. A vítima foi um homem de 50 anos, morador da zona Leste, que faleceu no dia 21 de outubro. Não se sabe qual foi o hospedeiro do carrapato responsável pela infecção, embora as investigações tenham descoberto que o homem era criador de cavalos.

SUSPEITO
Ainda está sob investigação outra suspeita de morte por febre maculosa. A Vigilância em Saúde de Mogi Mirim mantém contato com a Vigilância de São Carlos, local onde a vítima residia e também foi a óbito. No dia 3 de dezembro, a Vigilância de São Carlos encaminhou o exame para análise no Instituto Adolfo Lutz e ainda aguarda o resultado. Até o momento, a Vigilância daquele município não emitiu nenhum comunicado sobre o resultado do exame. A investigação prossegue em São Carlos.



Nenhum comentário:

Deixe um comentário

Scroll to top