A Comarca

Inadimplência em Mogi Mirim chega a R$ 314 mil, segundo SCPC

As dívidas de consumidores no mercado mogimiriano somam R$ 314.762,26, de acordo com levantamento feito pela Associação Comercial e Industrial de Mogi Mirim (Acimm) junto ao Serviço Central de Proteção de Crédito (SCPC). Ao todo, são 151 registros no sistema.

Se analisadas as ocorrências por data de entrada, 132 consumidores estão inadimplentes há um ano, o que corresponde a R$ 130 mil. Outros 17 estão no sistema até dois anos, o que resulta num total de R$ 182 mil. Com até três anos de negativação, há apenas um inadimplente, com dívida de R$ 750,00. Fechando a lista, com até cinco anos de registro no sistema, está apenas uma pessoa, com dívida da ordem de R$ 1,8 mil.

Segundo o registro do serviço, consumidores na faixa etária de 40 anos são responsáveis por 28% das dívidas, seguido pela faixa dos 50 anos, com 20%. A de 60 anos, bem como a acima desta idade, correspondem a 15% dos endividados cada. Os mais jovens, na faixa de 25 anos e na de 30 anos, são responsáveis por 10% das dívidas cada. Já os jovens de até 18 anos, por apenas 2%.

Neste mesmo rol de inadimplentes, o sistema do SCPC aponta que 136 clientes têm apenas um registro, três têm de dois a cinco registros no sistema, e apenas um cliente tem mais de cinco registros. O levantamento ainda aponta que as dívidas entre R$ 500 e R$ 1 mil equivalem a 62% do total.

QUEDA
O SCPC já iniciou a cobrança de inadimplentes neste começo de ano. Segundo Lusinês Ubaldini, responsável pelo serviço na Acimm, todo começo de ano as cobranças são efetuadas. Neste, porém, o número de dívidas acusou queda.

“Em minha visão, as pessoas estão comprando menos. Em consequência disso, devendo menos. Acredito que os consumidores estão deixando de comprar devido ao poder aquisitivo ter caído demais, e os gastos com supermercado, aluguel, conta de energia elétrica e combustíveis, por exemplo, já consomem boa parte da renda”, disse.

O levantamento ainda aponta que as dívidas entre R$ 500 e R$ 1 mil equivalem a 62% do total (Foto: Arquivo/Agência Brasil)
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Veja mais
Confira mais notícias
Edições semanais
EDITORIAL
Capa Nelson Theodoro

Siga a comarca nas redes sociais

site_mobile_menu

Siga A Comarca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp