A Comarca

Hospital Municipal de Mogi Guaçu vai reabrir centro cirúrgico

A superintendência do Hospital Municipal Dr. Tabajara Ramos, em Mogi Guaçu, programou a reativação do centro cirúrgico da unidade para os próximos dias. Por conta disso, o espaço está sendo atualizado para a retomada das atividades. Dentro dos serviços, estão previstos nova pintura, definições de salas cirúrgicas e padronização visual.

“O centro cirúrgico é dos anos 80 e estamos fazendo uma reestruturação após ele ficar parado praticamente dois anos por conta da Covid-19. De lá para cá, o centro cirúrgico ficou fechado, sendo utilizado o espaço para os pacientes em tratamento contra o coronavírus e, agora, estamos promovendo essa remodelação”, explicou o superintendente Wagner Cezaroni.

Após a conclusão dos serviços, a reabertura irá ocorrer na próxima sexta-feira, dia 4, quando serão retomados os exames de endoscopia e colonoscopia, com demanda atual de 120 procedimentos por mês. A partir de abril, o centro cirúrgico volta a atender os serviços da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON) do Hospital Muniicpal. “Seriam as cirurgias oncológicas de mama, ginecológica, urológica e cirurgia geral. A gente está trabalhando bem acelerados, aproveitando a melhora do cenário na questão da pandemia”, reforçou.

De acordo com o superintendente da unidade, a retomada dos serviços no centro cirúrgico é esperada tanto pela equipe médica quanto pelos pacientes. “Vai ser um salto para a Saúde. Uma esperança a mais para quem aguarda há pelo menos dois anos. Com exceção dos 400 pacientes que serão atendidos pela Santa Casa após convênio com o município”, comentou Wagner Cezaroni que informou que a meta é também retomar as cirurgias ortopédicas.

Os pacientes que aguardam pelos procedimentos já estão sendo avisados sobre a retomada das atividades, pois muitos precisam de pré-operatório e avaliações, por exemplo. “Em março a gente já começa também as pequenas cirurgias no centro cirúrgico, uma média de 200 a 250 no mês inteiro e entrando em abril com as oncológicas, que seriam umas 40 por mês. Teremos salas livres para atender as demais especialidades”, concluiu.

Para o prefeito Rodrigo Falsetti, que esteve no local na semana passada para avaliar as melhorias em andamento ao lado do médico e vereador Dr. Fernandinho, a reabertura do Centro Cirúrgico é um importante passo no sentido de reforçar a assistência em saúde oferecida aos guaçuanos. “A pandemia nos forçou a suspender muitas coisas, muitos serviços. É momento de correr atrás e recuperar o tempo investido no enfrentamento à Covid-19”, disse. “Saúde é prioridade e não pode esperar”, concluiu.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Veja mais
Confira mais notícias
Edições semanais
EDITORIAL
Capa Nelson Theodoro

Siga a comarca nas redes sociais

site_mobile_menu

Siga A Comarca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp