A Comarca

Após anúncio de aumento da gasolina, motoristas fazem filas para abastecer

O anúncio de que os preços da gasolina e do óleo diesel seriam reajustados em 18,8% e 24,9%, respectivamente, nesta quinta-feira, 10, após 57 dias sem aumento, provocou correria nos postos de combustíveis. Um misto de desinformação com uma dose de neurose coletiva fez com que muitos motoristas abastecessem o carro mesmo com o preço já majorado. “Vi no WhatsApp que vai ter outro aumento amanhã, por isso vim abastecer”, disse o autônomo Gabriel Ferreira.

A verdade é que a maioria dos postos aplicou hoje mesmo o aumento. No Auto Posto 10, na região central, um colaborador afirmou que a mudança dos preços iria ocorrer apenas à meia-noite. Como consequência, o movimento no posto foi muito maior do que ocorreria normalmente, conforme avaliou.

No Auto Posto do Ari, o reajuste foi comunicado logo cedo. Ainda sim, o movimento foi intenso até o horário de fechamento. O frentista Fabrício Moura informou que a maioria das pessoas foi abastecer temendo novo reajuste nos próximos dias. “As pessoas estão tentando se defender dos reajustes antecipando o abastecimento”, ponderou.

O taxista Antenor de Oliveira, há 30 anos na função, disse para reportagem, enquanto abastecia seu veículo, que a categoria tem arcado com os repasses do custo dos combustíveis e que isso causa preocupação diante da previsão de reajustes mais constantes causada pela guerra entre Rússia e Ucrânia. “Faz cinco anos que não aumentamos o preço da corrida. Vai chegar um momento onde as contas não vão fechar”, queixou-se Oliveira.

Volume
Nelson Naves, gerente do auto posto Vitória, na zona Leste de Mogi Mirim, demonstrava preocupação com o cenário que vai se desenhando. “Esse ciclo de aumento ocorre em um momento onde as pessoas estão descapitalizadas. A maioria vai continuar abastecendo com aquela soma que está ao seu alcance. Isso atinge de forma direta o nosso negócio”, raciocinou. Nelson explicou que o resultado financeiro deste tipo de empreendimento guarda relação estreita com o volume de combustível vendido. “Nosso ganho é por escala”, comentou.

Na maioria dos postos, o reajuste foi aplicado logo no período da manhã (Foto: A COMARCA)
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Veja mais
Confira mais notícias
Edições semanais
EDITORIAL
Capa Nelson Theodoro

Siga a comarca nas redes sociais

site_mobile_menu

Siga A Comarca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp