A Comarca

Crea-SP realiza mais de 22 mil ações de fiscalização na região de Mogi Guaçu em 2021

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (Crea-SP) encerrou 2021 com mais de 22 mil ações de fiscalização em 41 municípios da região de Mogi Guaçu. Condomínios residenciais, loteamentos clandestinos e empresas sem registro ou responsável técnico, foram alguns focos de atuação dos agentes fiscais. No estado, foram realizadas 292 mil operações.

A fiscalização do Crea-SP contemplou municípios das regiões de Mogi Guaçu, Amparo, Serra Negra, Socorro, Itapira, Mogi Mirim, Limeira, Araras, Rio Claro, Conchal, Porto Ferreira, Pirassununga, Leme, São João da Boa Vista, São José do Rio Pardo, Espírito Santo do Pinhal e Mococa.

Com caráter preventivo e orientativo, as ações tiveram como objetivo a proteção da sociedade, pois asseguram que as atividades da área tecnológica sejam desenvolvidas por profissionais habilitados. As operações contaram com diligências planejadas e denúncias feitas pelos canais de atendimento do Conselho.

Entre as áreas com maior número de fiscalização nos 41 municípios estão a Engenharia Civil, com mais de 12 mil ações, seguida da Engenharia Elétrica, com cerca de 3,2 mil, e da Engenharia Mecânica e Metalúrgica, que contabilizou em torno de 3,1 mil atividades. Logo após estão Agronomia (1024), Engenharia de Segurança do Trabalho (975), Engenharia Química (889), Geologia e Engenharia de Minas (665) e Engenharia de Agrimensura (383).

O presidente do Crea-SP, o engenheiro Vinicius Marchese, destaca a importância do resultado das ações desenvolvidas pela equipe de fiscalização do Conselho em 2021. “A atuação assertiva dos agentes fiscais foi fundamental para que esta marca histórica, de 292 mil operações, fosse concretizada. Este é um resultado que beneficia diretamente a população ao garantir que profissionais habilitados sigam atuantes no mercado de trabalho”.

“Os resultados colhidos em 2021 serviram para observarmos em quais atividades devemos aumentar o foco para as próximas fiscalizações. E, assim, garantir ainda mais a segurança de toda sociedade”, complementa o gerente do Crea-SP da 12ª Região Administrativa do Estado, Eng. André Abbiati.

Depois do recorde histórico atingido em 2021, o objetivo do Crea-SP é alcançar a marca de 400 mil ações em 2022. Para isso, seguirá investindo no modelo de forças-tarefas e na tecnologia de apoio à fiscalização, que permite que pesquisas e apurações remotas sejam feitas antes dos agentes fiscais irem a campo.

Denúncia
Para fortalecer a ação de fiscalização do Crea-SP, canais de denúncia estão disponíveis em todas as unidades do Conselho, no site https://www.creasp.org.br/,por telefone (0800 017 18 11 / 0800 770 27 32) ou e-mail: [email protected]

Se enquadra em infração à legislação profissional a ausência de responsável técnico em projetos, execuções ou prescrições; obras clandestinas; falta de placa na obra ou de identificação de responsável em atividades sujeitas à fiscalização; produção irregular de material ou insumo aplicáveis na Engenharia, Agronomia e Geociências e outras situações relacionadas à violação do exercício técnico de profissionais habilitados.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Veja mais
Confira mais notícias
Edições semanais
EDITORIAL
Capa Nelson Theodoro

Siga a comarca nas redes sociais

site_mobile_menu

Siga A Comarca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp