A Comarca

Hospital Municipal volta a atender urgência e emergência de todas as áreas patológicas

Com a diminuição dos casos de Covid-19 em Mogi Guaçu, o Hospital Municipal Dr. Tabajara Ramos (HMTR) voltou a atender todas as áreas patológicas na urgência e emergência. Por conta da pandemia, nos últimos dois anos, o hospital estava atendendo exclusivamente pacientes com sintomas gripais.

“Houve uma diminuição significativa de pacientes com sintomas gripais em nosso município e voltamos a atender as demais patologias no pronto-socorro do Hospital Municipal. Então, todas as portas de pronto atendimento estão atendendo os pacientes nas mais diversas patologias”, explicou o superintendente do HMTR, Wagner Cesaroni, ao lembrar da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Santa Marta e do Posto de Pronto Atendimento (PPA) do Jardim Novo I.

Por conta da melhora significativa do cenário epidêmico, o Hospital Municipal vem retomando a rotina desde março, com a reabertura do centro cirúrgico. No mês passado, 90 procedimentos de pequenas cirurgias foram realizados atendendo pacientes que estavam na fila de espera. A meta, segundo Wagner Cesaroni, é ampliar o número de cirurgias em abril. Estão programados 210 procedimentos de pequenas e médias cirurgias.

“Com esse cenário mais positivo, estamos voltando à rotina e ampliando a oferta de serviços. No caso das cirurgias, em abril, vamos aumentar os atendimentos. Serão feitas cirurgias de pele, de cantoplastia, verrugas, hemangioma, pequenos tumores externos e também começaremos as de hérnia diversas, hemorróida, cisto pilonidal, entre outras”.

A previsão é que, até maio, sejam retomadas as cirurgias oncológicas e realizadas, em média, cerca de 40 cirurgias por mês. Além das cirurgias, o HMTR retomou em março os exames de endoscopia e colonoscopia. Outra boa notícia é que, a partir desse mês, o centro cirúrgico volte a atender os serviços da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON) do HM. “Serão atendidas as cirurgias oncológicas de mama, ginecológica, urológica e cirurgia geral”, concluiu o superintendente do Hospital Municipal.

Por conta da pandemia, nos últimos dois anos, o hospital estava atendendo exclusivamente pacientes com sintomas gripais (Foto: Divulgação/Prefeitura de Mogi Guaçu)
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Veja mais
Confira mais notícias
Edições semanais
EDITORIAL
Capa Nelson Theodoro

Siga a comarca nas redes sociais

site_mobile_menu

Siga A Comarca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp