A Comarca

Guaçuano apresenta nova estrutura para volta às competições oficiais

O Clube Atlético Guaçuano reuniu autoridades, empresários e convidados na noite de terça-feira, 5, para apresentar a estrutura montada para sua volta às competições oficiais da Federação Paulista de Futebol (FPF). O Mandi disputará, a partir deste sábado, dia 9, o Campeonato Paulista Sub15 e Sub17, e ainda participará, ao longo deste ano de 2022, dos estaduais Sub11 e Sub13, além do Sub20. O evento de apresentação aconteceu no auditório da Associação Comercial e Industrial de Mogi Guaçu (Acimg).

Ao dar as boas vindas aos presentes, o presidente do clube, José Antonio Mallis, o Turquinho, destacou o incansável trabalho da diretoria para deixar o Guaçuano em condições de voltar às atividades, bem como da Prefeitura de Mogi Guaçu na atenção dada para, por exemplo, adequar o Centro Esportivo do Furno conforme as exigências da Federação Paulista de Futebol, para poder receber os jogos das categorias de base. E destacou que um trabalho sério e de união entre clube, Poder Público e patrocinadores, dará visibilidade ao Mandi e à cidade. “Vamos colher muitos frutos”, ressaltou.

Um breve histórico do clube e sua trajetória dentro de campo ao longo dos anos antecederam a apresentação da estrutura. Foram apresentados os responsáveis pelos departamentos administrativo (Geraldo José Domingues), médico (Heriston Lopes), de comunicação (Paulo Renato Lilli) e jurídico (Airton Picolomini Restani). Numa parceira com a Secretaria de Esportes e Lazer de Mogi Guaçu (SEL), o Mandi apresentou a comissão técnica dos times Sub11 e Sub13. O mesmo aconteceu com as equipes das categorias Sub15, Sub17 e Sub20, fruto da parceria com o Centro de Formação E9 Academy. Os novos uniformes do clube, que serão usados durante esta temporada, também foram apresentados ao público presente.

Todo esse cenário somente foi possível graças ao trabalho de reestruturação fiscal e administrativa feita pela diretoria nos últimos anos. Essa trajetória foi mostrada pelo conselheiro Arnaldo Suzigan. Ele apresentou um resumo de todo trabalho realizado pela atual gestão desde quando assumiu o clube, no final de 2018. Nesse período, a diretoria reativou o CNPJ do clube com pagamento de dívidas de aproximadamente R$ 5 mil junto a Receita Federal, negociou e regularizou pendências com a Federação Paulista de Futebol (R$ 19.623,00) e o Sindibol (R$ 18 mil), pagou nova filiação à CBF (R$ 32.500,00) e está regularizando sua situação com a Receita Federal (de R$ 215 mil caiu para R$ 67 mil após renegociação) e com a Prefeitura (R$ 13.800,00).

Como ação de marketing, ativou as mídias sociais e melhorou seus canais de comunicação para que pudesse estreitar novamente os laços com o torcedor, e promoveu uma exposição e vendas de camisas no Shopping Buriti. Em três finais de semana, a exposição recebeu a visita de mais de 3,5 mil torcedores e vendeu quase 700 camisas. “É o poder da nossa marca, que tem uma forte penetração na vida dos guaçuanos”, destacou. Os valores arrecadados foram usados exclusivamente para saldar as pendências com a FPF. O clube também realizou uma campanha de doação de cobertores a instituições de Mogi Guaçu e Estiva Gerbi e prepara o projeto Social Mandizinho voltado para crianças carentes.

Novos uniformes para a temporada 2022 foram apresentados (Foto: Divulgação)

Sob o lema ‘Um Novo Tempo, um Novo Valor”, Suzigan enfatizou o valor da marca Guaçuano.”É uma marca consolidada, tem muito lastro, é um clube de respeito no cenário do futebol. Mesmo sem jogar, sempre esteve na mídia nesses anos todos”, frisou. Foi enfático ao dizer que colocou a casa em ordem. “Nossa filiação com a FPF, com a CBF e com o Sindbol está em dia, o CNPJ está ativo, as CNDs (Certidão Negativa de Débitos) municipal, estadual e federal estão ativos, assim com o Certificado de Regularidade do FGTS”, apontou. E, para terminar sua participação, ressaltou a importância do apoio ao esporte, ao futebol e, principalmente, ao Atlético Guaçuano.

Presente ao evento, o presidente da Câmara Municipal de Mogi Guaçu, Guilherme de Sousa Campos (CDD), disse que vivia um momento especial, por poder testemunhar a retomada do clube. Enalteceu o trabalho da diretoria, que tem linha direta com a Câmara e com o prefeito Rodrigo Falsetti (CDD). E afirmou que o Mandi terá o apoio incondicional do Poder Público Municipal. “Acreditamos no trabalho da diretoria, que através do Atlético Guaçuano, levará o nome da nossa cidade pelo estado e pelo Brasil”, frisou.

O secretário de Esportes e Lazer, Raphael Locatelli, também fez uso da palavra e lembrou da importância de Mogi Guaçu na formação de jogadores. “É uma cidade apaixonada por futebol, um celeiro de novos talentos. É uma alegria ver a nossa cidade voltando à vitrine do futebol”, disse. Concluindo o evento, o prefeito Rodrigo Falsetti falou do seu orgulho em ver a volta do Mandi aos gramados em seu mandato. E que essa volta acontece num dia especial para a cidade. “Bem no dia 9 de abril, no aniversário de Mogi Guaçu”, apontou, fazendo referência à estreia do clube no Campeonato Paulista Sub15 e Sub17.

Rodrigo afirmou que não medirá esforços para ajudar na captação de patrocinadores para o clube e que tem como meta entregar o Estádio Municipal Alexandre Augusto Camacho reformado para o Mandi poder, enfim, retomar também, em 2023, sua participação no campeonato de futebol profissional da Federação Paulista de Futebol. Segundo ele, o projeto de melhoria no Camacho é grandioso, mas ressaltou. “Não é gasto, é investimento”.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Veja mais
Confira mais notícias
Edições semanais
EDITORIAL
Capa Nelson Theodoro

Siga a comarca nas redes sociais

site_mobile_menu

Siga A Comarca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp