A Comarca

Sindicato dos servidores formula contraproposta à Prefeitura

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mogi Mirim (Sinsep) formulou uma contraproposta à Prefeitura, com o objetivo de encerrar o movimento grevista iniciado em 29 de março. Essa nova proposta foi uma demanda que partiu dos próprios trabalhadores em greve.

O pedido, agora, é de 10% de reajuste acrescido de R$ 440 no cartão alimentação. A nova pauta foi definida na tarde de segunda-feira, na sede do Sinsep, com a participação de representantes indicados pelos próprios servidores públicos.

Antes, a categoria reivindicava 11,09% de reajuste, sendo 6,09% de recomposição salarial e mais 5% de aumento real. No início da greve, a Prefeitura ofereceu R$ 350 no cartão alimentação, mas manteve o índice de 2% para reajuste, além da promessa de estudos para novos reajustes até o final do ano. Os funcionários em greve, porém, rejeitaram essa proposta.

Na manhã desta terça-feira, 12, a paralisação chegou ao 15º dia e, mais uma vez, os servidores se reuniram na Estação Educação, sede do governo Paulo Silva (PDT). De lá, partiram em passeata pelas ruas centrais da cidade.

Servidores em passeata pelo Centro de Mogi Mirim no 15º dia de greve (Foto: A COMARCA)
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Veja mais
Confira mais notícias
Edições semanais
EDITORIAL
Capa Nelson Theodoro

Siga a comarca nas redes sociais

site_mobile_menu

Siga A Comarca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp