A Comarca

Vigilância intensifica nebulização contra a dengue em Mogi Guaçu

Mogi Guaçu já registra 401 casos de dengue desde janeiro desse ano. A Vigilância Epidemiológica (VE) confirmou mais 132 casos positivos em moradores do município. O aumento dos casos é preocupante, conforme relatório do órgão da última sexta-feira, 8.

A orientação é para que a população fique atenta e redobre os cuidados de prevenção contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença. Segundo dados da VE, a maior incidência se concentra nos bairros do Jardim Ypê II, com 120 casos, Alto dos Ypês, com 17, e Jardim Novo I, com 20, totalizando 157 casos confirmados na região da zona Norte.

A zona Leste aparece no segundo lugar de área com o maior número de registros da doença com 103 casos confirmados sendo: 46 (Jardim Zaniboni I), 35 (Jardim Fantinato II) e 35 (Jardim Chaparral). Na sequência, está a região central com 29 casos confirmados.

Prevenção
Na tarde de ontem, 11, a Vigilância iniciou a nebulização para combater o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue e de outras doenças, no Alto dos Ypês, na zona Norte de Mogi Guaçu. O trabalho é essencial para a eliminação dos criadouros do mosquito.

Além da nebulização, a ação acontecerá também nesta terça-feira, 12, e quarta-feira, 13, sempre no mesmo horário e será realizada com a máquina de fumacê, que espalha um inseticida diluído em água.

“A nebulização é a borrifação do veneno que combate o Aedes aegypti. A orientação é para que a população elimine qualquer material que possa acumular água e se tornar um criadouro do mosquito da dengue”, explicou a bióloga da VE, Cristiana Monteiro Ferraz.

É importante ressaltar que os moradores do bairro já deixem suas casas preparadas para a ação de combate ao mosquito, como, por exemplo, deixar portas, janelas e cortinas abertas, cobrir gaiolas de pássaros e aquários, retirar bebedouros de água de animais e permanecerem dentro de casa.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Veja mais
Confira mais notícias
Edições semanais
EDITORIAL
Capa Nelson Theodoro

Siga a comarca nas redes sociais

site_mobile_menu

Siga A Comarca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp