A Comarca

Mogimirianos são presos em Campinas com equipamentos furtados da NET/Claro

Dois mogimirianos, sócios de uma empresa de provedora de internet na cidade, foram detidos na segunda-feira, 18, em Campinas, com três roteadores furtados. Eles tentavam vendê-los naquele município. Os equipamentos, de acordo com investigadores da 1ª Delegacia de Investigações Gerais (DIG), valem mais de R$ 40 mil e teriam sido furtados da empresa NET/Claro em Jaguariúna e Mogi Mirim, entre março e abril deste ano.

A dupla foi presa em um shopping center de Campinas, quando negociavam a venda dos produtos. A denúncia do furto partiu dos próprios funcionários da NET, que reconheceram os roteadores em um anúncio no Facebook. Foi planejado, então, uma “compra”, na qual funcionários da empresa se passariam por interessados em adquirir os equipamentos.

Quando os suspeitos chegaram ao local marcado, foram presos em flagrante pelos investigadores. Os suspeitos, com 25 e 37 anos, respectivamente, possuem uma loja provedora de internet em Mogi Mirim e disseram que haviam comprado os roteadores de funcionários terceirizados da própria da NET/Claro.

Eles haviam furtado os equipamentos e repassado à dupla, que pretendia vendê-los por R$ 12 mil, um valor bem abaixo do mercado. Dentro do carro dos suspeitos, os investigadores também localizaram quatro baterias de lítio com cabos cortados.

Esse material foi repassado pelos mesmos funcionários terceirizados da NET. Agora, os mogimirianos, que foram detidos e transferidos para a cadeia do 2º Distrito Policial de Campinas, vão ser indiciados por furto. A NET também vai ouvir os funcionários envolvidos no esquema.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Veja mais
Confira mais notícias
Edições semanais
EDITORIAL
Capa Nelson Theodoro

Siga a comarca nas redes sociais

site_mobile_menu

Siga A Comarca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp