A Comarca

Matheus mantém título brasileiro de boxe e Magrelo vence com show de técnica

Invicto, o lutador Matheus da Silva, da equipe Arte da Luta, manteve o cinturão brasileiro dos meio-pesados ao derrotar Sérgio Dantas, da Academia Desafil, de Camaçari-BA, no último dia 30, em Sorocaba, no Arena Fight. A competição teve a chancela do Conselho Nacional de Boxe (CNB) e foi a segunda defesa do cinturão por Silva.

Dantas é pentacampeão brasileiro e fez a preparação para encarar Matheus com a seleção brasileira.

Matheus ganhou no último round por desclassificação do adversário. No terceiro round, Silva chegou a derrubar Dantas, que passou a segurá-lo com frequência ao perceber que seria nocauteado.  O baiano foi penalizado três vezes e acabou desclassificado antes de completar um minuto do décimo round.

“O título brasileiro do CNB ainda é nosso”, comemora o técnico Márcio Ribeiro.

Invencibilidade e cinturão brasileiro dos meio-pesados foram mantidos por Matheus da Silva, que derrubou o oponente Sérgio Dantas, de Camaçari-BA, no terceiro round e venceu a luta no décimo assalto (Foto: Aron Rosa/@aaaronrosa)

MAGRELO
Outro destaque do Arte da Luta, Pedro Guilherme dos Santos, o Magrelo, venceu Adeilson “Dell”, da Team Dell Boxing, de Bertioga-SP, em luta de oito rounds pela categoria superleve. Com experiência em lutas nos Estados Unidos, Dell tem no currículo o título de campeão mundial jovem e foi duas vezes campeão latino-americano, além de já ter disputado o cinturão mundial dos supergalos da Organização Mundial de Boxe.

O currículo de Dell, porém, não intimidou Magrelo, que levou o adversário à lona com uma impressionante sequência de golpes em que mostrou frieza, maturidade e técnica apurada. Magrelo
venceu por nocaute técnico no quarto round, após acertar um gancho de direita no queixo do oponente.

“O Pedro atingiu um nível técnico muito importante, na hora do gancho, ele estava na base de canhoto, ele faz uma troca de base que permite que aplique um direto de direita. Logo em seguida para se livrar de golpes do adversário, ele faz alguns pêndulos e em seguida sobe com o upper, o árbitro abre contagem e o adversário consegue voltar visivelmente atordoado, o Magrelo aproveita esse momento e desfere vários golpes até a interrupção do árbitro por nocaute técnico”, descreve o técnico Márcio Ribeiro.

Magrelo detém o cinturão sul-americano Feconsur WBC, que não foi colocado em jogo. Pelo planejamento, Pedro deve defender o título sul-americano entre julho e agosto. A ideia de Márcio é  obter patrocínios para realizar a luta no Brasil, se possível, em Mogi Mirim. No mesmo evento, a ideia é Matheus disputar o título mundial jovem.

A Arte da Luta teve o apoio da Secretaria de Esportes, Juventude e Lazer (Sejel) da Prefeitura de Mogi Mirim.

Com mescla de técnica e frieza, Pedro Magrelo bateu Adeilson Dell com um nocaute técnico depois de uma impressionante sequência de golpes, no quarto round; adversário já disputou o título mundial nos Estados Unidos (Foto: Aron Rosa/@aaaronrosa)
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Veja mais
Confira mais notícias
Edições semanais
EDITORIAL
Capa Nelson Theodoro

Siga a comarca nas redes sociais

site_mobile_menu

Siga A Comarca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp