A Comarca

Casarão que abrigará “Espaço Cultural Mogi Mirim” é tombado como patrimônio histórico

O casarão centenário situado na Rua Dr. Ulhôa Cintra, 399, no Centro da cidade, será revitalizado e ampliado para abrigar o “Espaço Cultural Mogi Mirim”. O prédio deverá receber exposições permanentes e temporárias, oficinas pedagógicas e outras atividades culturais.

Esta é a ideia dos proprietários do imóvel, Valter José Polettini e Sidnei Cirilo de Oliveira Sá, que, após um longo processo de avaliação da estrutura e da história do prédio, ingressaram com pedido de tombamento do imóvel como patrimônio histórico e cultural da cidade.

A missão deles ganhou um capítulo mais que especial na noite de segunda-feira, 30, quando a Câmara Municipal de Mogi Mirim, por unanimidade, aprovou o Projeto de Lei que autoriza o tombamento do imóvel.

Com essa aprovação e a posterior sanção do prefeito Paulo Silva, o Município estará autorizado a conceder isenção do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e de outras taxas. Em contrapartida, a casa será revitalizada para abrigar o futuro “Espaço Cultural”.

Além da reforma e da adequação às normas de acessibilidade, a intenção dos proprietários é ampliar o prédio, construindo biblioteca, cafeteria, sala de exposições e salas para oficinas culturais. Tudo, claro, preservando as características históricas do imóvel, sendo que todas as alterações deverão ser autorizadas pelo Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Cultural e pela Secretaria de Cultura e Turismo.

Valter e Sidnei, presentes na sessão legislativa, se emocionaram com a aprovação do tombamento do imóvel (Foto: Tom Oliveira/Câmara Municipal de Mogi Mirim)
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Veja mais
Confira mais notícias
Edições semanais
EDITORIAL
Capa Nelson Theodoro
Capa Pacóla
EDITORIAL

Siga a comarca nas redes sociais

site_mobile_menu

Siga A Comarca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp