A Comarca

Corinthians supera Boca nos pênaltis e segue vivo na Libertadores

O Corinthians sofreu, mas garantiu a classificação para as quartas de final da Copa Libertadores após derrotar o Boca Juniors (Argentina) por 6 a 5 na disputa de pênaltis, na noite de ontem, 5, no estádio da Bombonera, em Buenos Aires, após um empate sem gols nos 90 minutos.

A vaga teve que ser decidida na disputa nas penalidades máximas porque no primeiro jogo entre as equipes, na última semana em São Paulo, o resultado final também foi um empate sem gols. Agora o Timão pega na próxima fase quem passar entre Flamengo e Tolima (Colômbia).

(Foto: Staff Images / CONMEBOL)

Com muitos desfalques e sabendo que teria que lidar com a intensa pressão da equipe argentina, o técnico Vítor Pereira mandou para o gramado uma equipe com uma linha de cinco jogadores na defesa, talvez com a intenção de tentar controlar as ações. Mas a aposta do treinador português se mostrou um erro, pois o Timão pouco fez diante de um Boca que dominou amplamente no primeiro tempo.

Diante de um Corinthians recuado, o time argentino passou a colecionar boas oportunidades, como as que saíram dos pés do atacante Villa aos 5 minutos, do lateral Advíncula dois minutos depois e de Fabra aos 10. Porém, a chance mais cristalina surgiu aos 18 minutos, quando Zeballos atacou pela direita e cruzou para a área, onde Benedetto, com grande liberdade, finalizou de primeira sem direção para alívio da torcida do Timão.

A situação pareceu se complicar de vez para o Corinthians aos 27 minutos, quando o juiz, com auxílio do VAR (árbitro de vídeo), marcou pênalti para o Boca porque o zagueiro Raul Gustavo acabou acertando Fernández com uma cotovelada em disputa pelo alto.

Benedetto foi para a cobrança e acabou acertando a trave, desperdiçando outra grande oportunidade de abrir o marcador.

A etapa final teve a mesma tônica, com um Corinthians acuado diante de um Boca bem agressivo no ataque. E a oportunidade mais cristalina dos argentinos surgiu aos 13 minutos, quando Benedetto recebeu lançamento e bateu tentando encobrir o goleiro Cássio. Mas ele mandou para fora.

Como o empate permaneceu até o final dos 90 minutos, a vaga teve que ser decidida nas penalidades máximas. Nos pênaltis, Rojo, Izquierdoz, Fernández, Romero e Varela marcaram pelo Boca, enquanto Benedetto chutou para fora e Cássio defendeu os chutes de Villa e Ramírez. Já o Corinthians foi mais eficiente, com Raul Gustavo e Bruno Melo perdendo e Fábio Santos, Cantillo, Róger Guedes, Roni, Lucas Piton e Gil convertendo suas oportunidades.

Redação da Agência Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Veja mais
Confira mais notícias
Edições semanais
Capa Nelson Theodoro
Capa Pacóla
Capa Nelson Theodoro

Siga a comarca nas redes sociais

site_mobile_menu

Siga A Comarca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp