A Comarca

Mogi Mirim terá mutirão de cirurgias de catarata

O prefeito Paulo Silva (PDT) anunciou, na tarde da última quinta-feira, 7, que a Prefeitura tomará providências para o andamento das chamadas cirurgias eletivas, comprometidas durante todo o período da pandemia, em que os esforços da área da saúde tiveram que ser quase todos direcionados para combater os efeitos do coronavírus.

Paulo Silva afirmou que será feito um mutirão, a partir de agosto, visando acabar com a fila para a realização de cirurgias de catarata, em um esforço que envolverá a estrutura física da Santa Casa. Ele fez o anúncio nas presenças da gerente da Secretaria de Saúde, Patrícia Santon, e do administrador da Santa Casa, José Carlos de Carli Júnior.

Patrícia explicou que serão atendidas 175 pessoas, algumas delas com indicação de cirurgia desde 2020. “Optamos pela realização, num primeiro momento, das cirurgias de catarata por envolver uma questão que afeta diretamente a qualidade de vida de pessoas geralmente mais idosas”, ponderou.

A gerente Patrícia Santon, o prefeito Paulo Silva e o administrador José Carlos de Carli durante anúncio realizado na tarde de quinta-feira (Foto: Divulgação)

RECURSOS
Paulo Silva dirigiu um agradecimento aos vereadores Dirceu Paulino (SD) e Marcos Segatti (PSD), responsáveis por obter emendas parlamentares para as cirurgias junto a dois deputados federais.
A Prefeitura optou por não divulgar os nomes dos parlamentares no momento, por conta da legislação do período pré-eleitoral. “Passada a eleição, vou agradecê-los pessoalmente”, prometeu Paulo Silva. Os valores obtidos pela atuação de ambos os vereadores são de aproximadamente R$ 350 mil.

Segundo a Saúde, esses recursos são suficientes para cobrir procedimentos necessários para realização dos procedimentos pré-cirúrgicos, a cirurgia propriamente dita e o período da pós-cirurgia. De Carli salientou que, apesar de todos esses pacientes terem o pedido de cirurgia encaminhado pela rede municipal de saúde, uma nova consulta, bem como, a realização de novos exames, são indispensáveis.

Os recursos irão garantir também a aquisição de uma espécie de lente indicada para a recuperação dos pacientes. Patrícia explicou ainda que esse tipo de cirurgia é realizada em duas etapas: primeiro opera-se um olho e depois o outro. A expectativa da pasta é que até setembro toda a demanda seja atendida.

DEMANDA
Paulo Silva prometeu que, em seguida aos pacientes com necessidade de cirurgia de catarata, a secretaria de Saúde vai determinar a realização de outros procedimentos cirúrgicos para diminuir a demanda existente. “Ainda estamos analisando quais outros grupos serão priorizados”, revelou.

Disse também que a administração municipal reservou em seu orçamento dotação necessária para a realização destes procedimentos, contando ainda com a possibilidade de que novos recursos vindos dos governo estadual e federal, via emendas parlamentares, possam ser direcionados para este tipo de atendimento, com a ajuda da Câmara Municipal.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Veja mais
Confira mais notícias
Edições semanais
Capa Nelson Theodoro
Capa Pacóla
Capa Nelson Theodoro

Siga a comarca nas redes sociais

site_mobile_menu

Siga A Comarca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp