A Comarca

Vice-prefeita critica secretária de Saúde e rompe com Paulo Silva

A vice-prefeita de Mogi Mirim e pré-candidata a deputada estadual, a médica Maria Alice Mostardinha (PATRI), fez duras críticas à secretária municipal de Saúde, Clara Alice Franco de Almeida Carvalho, durante sessão na noite de segunda-feira, 1º de agosto, na Câmara Municipal.

Ela atendeu a uma convocação da vereadora Joelma Franco da Cunha (PTB) para responder alguns questionamentos sobre a Saúde no município. Maria Alice começou afirmando que jamais quis o cargo de vice-prefeita, mas que, ao aceitar o convite, recebeu a promessa de que teria um gabinete, assessores e participação direta no Governo Municipal, principalmente na área da Saúde. Contudo, disse que nada disso foi cumprido, apesar de haver um compromisso assumido em cartório antes das eleições de 2020.

“Nunca fui desrespeitada por ninguém desta cidade como fui desrespeitada como vice-prefeita, nunca fui tão humilhada como estou sendo agora”, desabafou. Disse ainda que o maior problema que vem enfrentando na atual Administração vem da Secretaria de Saúde. “Meu celular está cheio de pedidos de ajuda em relação à Saúde e eu não consigo ajudar porque ninguém me atende na Saúde”, relatou. “Nas outras secretarias, me tratam bem”, comparou.

A vice-prefeita também não poupou críticas à secretária Clara Carvalho. “Ela está amarrando a Saúde de Mogi Mirim”, classificou. Declarou ainda que a secretária “não sabe o que é hierarquia” e que “faltou humildade” a ela.

A secretária de Saúde Clara Carvalho, a vice-prefeita Maria Alice Mostardinha e o prefeito Paulo Silva (Foto: Silveira Jr.)

Na tribuna, Maria Alice pediu desculpas a seus pacientes e eleitores por não conseguir atuar em favor da Saúde do município, indo às lágrimas em seguida.

Ao se recompor, a médica comentou que a saúde do Município só irá melhorar quando houver diálogo e, acima de tudo, respeito por parte da secretária, como fez questão de frisar. Maria Alice revelou que já fez essas queixas ao prefeito e que foi aconselhada por ele a conversar com Clara Alice.

“Tentei por diversas vezes, mas sempre sou informada que ela (Clara) está em reunião. Paulo, então, mandou eu falar com a gerente de Saúde do Município (Patrícia Santon), mas também não consegui, não fui atendida. Sou ignorada o tempo todo”, reclama.

ROMPIMENTO
Maria Alice ainda relatou falta crônica de funcionários na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e de remédios na Santa Casa de Misericórdia. Aos vereadores, fez questão de anunciar seu rompimento político com o prefeito Paulo Silva (PDT). “Não renuncio, continuo como vice-prefeita, mas nosso relacionamento está rompido”, frisou.

Comparando a aliança com o chefe do Executivo a um matrimônio, disse que “nem sempre o casamento sai do jeito que a gente quer”. Completou dizendo que faltou harmonia, diálogo e respeito na relação com a Secretaria de Saúde.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Veja mais
Confira mais notícias
Edições semanais
Capa Nelson Theodoro
Capa Pacóla
Capa Nelson Theodoro

Siga a comarca nas redes sociais

site_mobile_menu

Siga A Comarca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp